Ambiente da exposição - Foto: Divulgação

Abre nesta sexta-feira (30.11) ao público a exposição Casaleria, com curadoria de João Pedrosa. A mostra é feita do conjunto de 150 peças de 14 coleções, colecionadas por 35 anos que, juntas, criam uma espécie de salon du collectioneur.

“A idéia é a simplicidade de formas, ergonomia no uso, durabilidade de material e consistência de idéias. A montagem e exposição das coleções na galeria segue o mesmo princípio em minha casa”, explica Pedrosa.

A exposição atravessa mais de 100 anos, desde peças do final do século 19 e começo do 20, nos estilos arts & crafts e art nouveau, passando pelo art déco, pelo streamline, ou estilo aerodinâmico, que é o nascimento do design industrial, e algum anos 1940, e tendo muita ênfase e foco nos anos 50, 60 e 70, chegando até o século 21, com o europeu Hervé van der Straeten.

Outro ambiente da exposição - Foto: Divulgação

Os trabalhos de arte mais recentes estão na forma de fotografias contemporâneas. “Outras peças são coisas pontuais de um artista, formato, ou tipo específico, que despertaram minha atenção, como o chargista J.Carlos, a tapeçaria francesa dos anos 1950 de Jocelyne Antoine, gravuras do Sertum Palmarum Brasiliensium, de 1903, arte africana, pratas, bronzes e até acessórios decorativos, como luminárias e afins”, resume o curador.

A exposição fica em cartaz até o dia 19 de janeiro, na Galeria Berenice Arvani (Rua Oscar Freire, 540, SP). Must see!