Jonathan Bailey: três séries para matar a saudade do visconde de "Bridgerton"
Foto: Divulgação

Quem já maratanou as duas temporadas de “Bridgerton” sabe: é impossível assistir aos episódios sem se apaixonar por um personagem. Seja pelas mulheres fortes e decididas ou pelos homens galãs, a verdade é que a série da Netflix é especialista em apresentar novos crushes ao mundo.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Desde a estreia da segunda temporada, Jonathan Bailey é um dos atores mais falados nas redes sociais. O artista que dá vida a Anthony Bridgerton, filho mais velho e chefe da família, assumiu o papel de galã na continuação da produção e conquistou os fãs com a história da busca do visconde por uma esposa.

Nesta segunda-feira (25.04), Bailey está completando 34 anos. Mesmo ganhando destaque nas telinhas, o ator começou sua carreira no teatro e já participou de 15 produções, incluindo clássicos como “Les Misérables” e “Othello”, além da peça “Company”, que lhe rendeu o prêmio Oliver de Melhor Ator Coadjuvante em Musical.

Para quem já maratonou os 16 episódios disponíveis na plataforma de streaming, veja algumas produções para matar a saudade de Jonathan Bailey:

“Crashing”

Jonathan Bailey: três séries para matar a saudade do visconde de "Bridgerton"
Foto: Divulgação

Criada e escrita por Phoebe Waller-Bridge, “Crashing” conta a história de seis jovens que moram juntos em um hospital abandonado. Em troca de um aluguel mais barato, os personagens se tornam guardiões da propriedade e têm o trabalho de manter o prédio seguro. A comédia dramática apresenta as relações pessoais do grupo, que navega por questões pessoais e tensão sexual enquanto evitam ser despejados.

Phoebe e Jonathan se destacam nos papéis principais, mas a série também conta com Louise Ford e Damien Molony no elenco. Os seis episódios da série podem ser assistidos na Netflix.

“W1A”

Jonathan Bailey: três séries para matar a saudade do visconde de "Bridgerton"
Foto: Divulgação

Seguindo o modelo de séries como “The Office”, “W1A” é um mocumentário (ou seja, uma série de humor que se baseia nas características de um documentário”) e satiriza o gerenciamento do canal BBC. A série conta a história de Ian Fletcher (Hugh Bonneville), escolhido para ser o chefe de valores da BBC, ou seja, a pessoa que esclarece e define o propósito central da empresa e como posicioná-la com confiança para o futuro.

A produção aborda a maneira como a equipe lida com desafios, como a chegada do príncipe Charles, problemas com um novo programa chamado “Britain’s Tastiest Village” e polêmicas em torno do salário do personagem principal. Depois de ter um papel recorrente na primeira temporada da série, Jonathan entrou para o elenco principal da produção nas duas últimas partes, interpretando Jack Patterson, assistente pessoal de uma das executivas da equipe.

“Broadchurch”

Jonathan Bailey: três séries para matar a saudade do visconde de "Bridgerton"
Foto: Divulgação

Com David Tennant e Olivia Colman nos papéis principais, “Broadchurch” é um drama policial que acompanha os dois detetives interpretados por Tennant e Colman na solução de um crime que acontece na pequena cidade que dá nome à produção. Com três temporadas, a série foi aclamada pela crítica e, a cada temporada, acompanhou o desenrolar de diferentes crimes.

Jonathan Bailey participa das duas primeiras temporadas no papel de Oliver “Olly” Stevens, sobrinho da personagem de Olivia e repórter de um jornal local. Com o objetivo de conseguir um emprego em uma grande publicação, o personagem faz de tudo para conseguir as melhores informações sobre as investigações.