Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Por Miriam Spritzer

Judy Greer é aquela atriz que todos já assistimos em alguma série ou filme, mesmo que não saiba seu nome. A auto-declarada atriz coadjuvante, já contracenou em mais de 100 filmes e séries com alguns dos maiores nomes no mercado do entretenimento, entre Jennifer Anniston, Cate Blanchett, Jennifer Gardner, Charlie Sheen e Paul Rudd.

Em sua mais nova produção, “Buffaloed”, Greer explora mais uma personagem forte em uma história de mulheres interessantes e cheia de contradições éticas. O filme é dirigido por Tanya Wexler e estrelado por Zoey Deutch.

No evento de pré-estreia do filme durante o Festival de Cinema de Tribeca, Judy Greer contou para Bazaar como foi trabalhar no filme “Buffaloed” e detalhes de como ela monta os seus personagens. Confira a nossa conversa exclusiva com ela a seguir:

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Foto: Reprodução/IMDb
Foto: Reprodução/IMDb

Este filme é super feminino: são personagens interessantes e conta com mulheres fortes na frente e por trás da câmeras. Como foi para você participar desta trama?

Foi ótimo. Finalmente, né? Eu sempre gostei de trabalhar com mulheres, mas mais do que isso é muito legal trabalhar com pessoas que tem paixão pelo o que fazem. E este foi o caso no filme, todos os envolvidos estavam apaixonados pela obra. Foi uma experiência muito especial.

Como atriz você tem que se transformar em personagens diferentes. O quanto que o figurino ajuda na construção do seu trabalho?

Para mim, ajuda em absolutamente tudo. Eu sempre falo que construo os meus personagens de fora para dentro. Faz mais sentido para mim. Quando eu sei como a pessoa que eu estou interpretando se veste, eu consigo descobrir quem ela é.

Interessante, então o estilo da personagem impacta a personalidade. Mas o que é estilo para você?

Nossa, eu queria ter tido tempo para me preparar para essa pergunta (brinca). Eu acho que estilo é aquilo que te diferencia dos outros, é o que faz com que você se destaque mas ao mesmo tempo é algo que te deixa segura. É uma forma de expressar quem você é e a sua personalidade.

E como você define o seu estilo?

Eu basicamente copio o que eu gosto dos meus amigos. Sigo a risca as indicações da minha estilista Karla Welch. Eu uso o que ela me diz para usar. Mas uma das coisas que eu levo para a vida é: quando em dúvida, use uma camiseta branca básica e um bom par de jeans. Não tem erro.

Leia mais:
Jared Leto conta sobre os desafios de dirigir “A Day in the Life of America”
Stellan Skarsgård conta tudo sobre “Chernobyl”
Emily Watson estrela a nova minissérie da HBO