Kim Petras - Foto: Divulgação
Kim Petras – Foto: Divulgação

Por Marina Monzillo

Já ouviu a música de Kim Petras? Se não, você precisa ir correndo ao YouTube para conhecer. A artista trans de origem alemã tem uma irreverência cativante e DNA de pop star.

Apesar do novo single, “Heart to Break”, é com “I Don’t Want It At All” que fez barulho. O clipe mostra a diva loira adorando um altar de fotos de Paris Hilton e já ultrapassou um milhão de visualizações.

Bazaar bateu um papo com a cantora. Veja abaixo:

Como define sua música?
Pop na essência. Sou inspirada por tudo, de Ace of Base a Rae Sremmurd. Minhas canções têm elementos nostálgicos, porque amo retrô. Gosto de inserir improvisos de rap em melodias doces, bateria em músicas dos anos 1980. Tento fazer coisas que são únicas e autênticas. Mas minha prioridade é sempre me divertir.

Por que Paris Hilton?
Ela era perfeita para a música. Meu diretor tinha acabado de fazer fotos de Paris e mandou a música para ela, que adorou! E também curtiu estar no clipe!

Como define seu estilo?
Está sempre mudando. Adoro brechós e coisas baratas que mais ninguém tem. Também sou uma nerd dos sapatos. Meus ícones da moda são Boy George, Audrey Hepburn e Billy Idol.

Você diz que seu estilo pessoal é diferente do que aparece nos clipes. Qual é a relação da moda com o seu trabalho?
A moda pode trazer à tona várias versões de nós mesmos, e isso é lindo. Meu estilo nos vídeos é sempre adaptado à canção. “I Don’t Want It At All”, por exemplo, é sobre um tipo específico de garota. Quisemos criar uma personagem e acabou ficando bem diferente do meu próprio estilo. “Faded” tem um ar de Hollywood Boulevard, gravamos o clipe em um prédio abandonado ali, e as roupas representam isso.

Qual é seu sonho para o futuro?
Estar em um grande palco com milhares de pessoas cantando junto comigo. E desejo que o mundo se torne menos intolerante, rótulos desapareçam, gênero se torne menos importante e comecemos a nos enxergar como iguais.