Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

por Gustavo Abreu

De terras paulistanas, desponta um novo nome para ficar de olho. Aos 23 anos, Marina Hachem inaugura, na galeria Arte Hall, em São Paulo, em 20 de outubro, sua primeira exposição individual. Nas obras, ela mistura materiais industriais, como concreto e arames, com grafite, gesso e tinta acrílica. Uma mescla que, como ela conta à Bazaar, “proporciona uma composição que transita entre o peso e a leveza, o bruto e o delicado”. O convite para a mostra surgiu da própria diretora da galeria, Florence Antonio, que foi apresentada à jovem artista pela colecionadora Maguy Etlin.

Apaixonada pelas artes plásticas desde criança, Marina começou a pintar bem cedo, incentivada pela família. Formou-se em artes visuais pela Faap e se especializou pela University of the Arts London. Em 2012, a artista chamou a atenção com a série Janelas, na qual utiliza técnicas de monotipia. Desde então, segue em pesquisa, testando novos formatos, seja na pintura, gravura ou instalação. Anselm Kiefer, Doris Salcedo, Jean-Michel Basquiat e o escultor Richard Serra estão entre seus favoritos. Para o début solo, Marina prepara um mix de obras, transitando entre a abstração e a figuração.