Busca Home Bazaar Brasil

Martin Parr lança publicação sobre sua carreira

Publicação "Martin Parr: Only Human" dá destaque para séries clicadas nos últimos 20 anos

by Felipe Stoffa
Durban July Races (2005) - Foto: Divulgação

Durban July Races (2005) – Foto: Divulgação

“O humor de meu trabalho normalmente dialoga com a tradição da ironia britânica”, costuma dizer Martin Parr. Um dos maiores fotógrafos da atualidade, as imagens criadas pelo inglês são conhecidas mundialmente e já foram tema de exposições espalhadas em diversos museus, inclusive no Museu da Imagem e do Som de São Paulo, em 2016.

De autorretratos exagerados até cenas do cotidiano, suas fotografias registram costumes bizarros em um mundo de excessos e futilidades. Mas, entre seus temas favoritos, estão cenas que variam entre todo tipo de personagem em momentos de lazer, como também de consumismo. Captados sempre com tom de humor tão sagaz que o distingue de um fotojornalista.

Além de exposições, Parr já tem mais de 90 livros editados. Agora, ele acaba de conceber sua nova publicação, que chega às livrarias neste mês. Em “Martin Parr: Only Human”, além de trabalhos mais conhecidos, é sua produção dos últimos 20 anos que recebe destaque, como também séries pouco ou nunca vistas antes pelo público.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

The Perry Family (2012) - Foto: Divulgação

The Perry Family (2012) – Foto: Divulgação

Com cerca de 220 fotos, o livro dá atenção especial a uma de suas maiores paixões: as pessoas. Viagens em família, um dia normal na praia, práticas de esportes, celebrações e até mesmo hobbies são registrados pelas lentes de Parr, desde sua entrada no mundo da fotografia, nos anos 1980.

O que parece ser um retrato de uma sociedade superficial, ou até mesmo banal, acaba se revelando como registro minucioso da vida moderna. Em Only Human, a política também acaba ganhando voz, já que um dos recortes da publicação é o desejo de examinar o dia a dia de uma sociedade que passa por um período de grandes mudanças e, principalmente, retrocessos.

Neste caso, vale atenção à série nunca antes exibida “Britain at a Time of Brexit”, que registra a população britânica em dois momentos distintos: antes e depois do Brexit, referendo de 2016. No entanto, o foco principal são as pessoas que majoritariamente apoiavam a saída do Reino Unido da União Europeia. Para isso, Martin Parr concentrou sua pesquisa em áreas da cidade em que residia um alto número de apoiadores à saída.

Mary Lynn Myrkel durante a parada gay em Atlanta, EUA (2010).  - Foto: Divulgação

Mary Lynn Myrkel durante a parada gay em Atlanta, EUA (2010). – Foto: Divulgação

Ao mesmo tempo, outra série também explora um lado mais obscuro da política e do establishment britânico. Entre as cidades de Londres, Oxford e Cambridge, ele clicou personagens comuns, como também integrantes das universidades locais, algumas delas as mais prestigiadas da Europa.

Trabalhos comissionados e uma série de autorretratos de Parr, feitos ao longo dos anos, também foram reunidos – e recebem um capítulo especial. Mas vale prestar atenção nos retratos de celebridades e importantes nomes do mundo da moda, música e artes, entre elas Anna Wintour, Zadie Smith, Ai Weiwei e Tracey Emin. Muitas dessas imagens nunca haviam sido divulgadas. Desde sua última grande publicação, em 2002, muito do trabalho de Parr acabou se alterando, ou ganhando nova roupagem.

Mesmo sem perder a identidade que o destaca, Only Human mostra um lado do fotógrafo que ganhou força em um período recente: ao mesmo tempo em que o interesse pelos hábitos cotidianos se manteve, sua obra acabou se tornando mais internacional. “Parr nos permite examinar a universalidade de nossa experiência, já que todos nós somos apenas humanos”, escreveu o curador Phillip Prodger, um dos responsáveis pelos textos reunidos na publicação.

Leia mais:
Laura Dern: 10 filmes da atriz para assistir já
Goop: Gwyneth Paltrow leva bem-estar para o Netflix
“Made in Italy” contará a história da indústria fashion italiana