Foto: Reprodução/IMDB

Você sabia que Meryl Streep é uma das atrizes mais premiadas de todos os tempos? Indicada 21 vezes ao Oscar e 29 ao Globo de Ouro, é a recordista de indicações das duas premiações. Em vitórias, Meryl coleciona três estatuetas do Oscar (ficando atrás apenas de Katharine Hepburn, com quatro prêmios), oito do Globo de Ouro, dois BAFTA e dois Emmy.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Sua participação em uma produção acabou se tornando uma espécie de selo de qualidade. A maior prova disso aconteceu quando a atriz foi anunciada como parte do elenco de “Big Little Lies”, levando a internet a comemorar e aguardar ansiosamente os capítulos que contavam com sua presença.

Nesta segunda-feira, Meryl está completando 71 anos e, para nossa sorte, não dá indícios que largará as telinhas ou os telões. Para celebrar seu aniversário, reunimos cinco personagens inesquecíveis vivido pela atriz.

Miranda Priestly

Foto: Reprodução/IMDb

Para os amantes de moda – e de bons filmes -, é impossível falar de Meryl Streep sem se lembrar de Miranda Priestly, a antagonista do filme “O Diabo Veste Prada”. Na produção, Miranda é a editora-chefe de uma grande revista fashion. Conhecida por seu modo peculiar (para usar uma palavra simpática) de chefiar sua equipe, a personagem se vê com um novo desafio na mão ao contratar Andy (Anne Hathaway) como sua assistente – e não vai deixar a nova funcionária ter um momento de paz.

Joanna Kramer

Foto: Reprodução/IMDb

Personagem que lhe rendeu seu primeiro Oscar, Joanna – de “Kramer vs. Kramer” é uma mulher cansada de seu casamento e que acaba se separando para viver uma vida só sua. O longa conta a trajetória da personagem nos tribunais para conseguir a guarda de seu filho. Além de sua atuação impecável, Meryl não se viu satisfeita com o discurso de Joanna durante o julgamento e acabou redigindo a fala com a ajuda do diretor.

Sofia Zawistowski

Foto: Reprodução/IMDb

Uma das personagens mais dramáticas da trajetória de Meryl Streep, a protagonista de “A Escolha de Sofia” praticamente se tornou uma referência para escolhas complicadas. O filme conta a história da personagem que se vê envolvida em um triângulo amoroso que envolve um judeu obcecado pelo Holocausta e um aspirante a escritor. As cenas mais marcantes são as que Sofia, em Auschwitz, se vê obrigada a escolher qual dos dois filhos deve ser executado. A atuação impecável da atriz lhe rendeu seu segundo Oscar.

Donna Sheridan

Foto: Reprodução/IMDb

E quem pensa que Meryl só se destaca quando se dedica a dramas está completamente enganado. Em “Mamma Mia”, a atriz colocou seus dons musicais para jogo, interpretando Donna – ex-integrante de uma banda formada com duas amigas e dona de uma pousada com vistas de tirar o fôlego -, a atriz cantou e dançou ao som de sucessos do Abba. Este é o tipo de filme que você se diverte todas as vezes em que assiste.

Margaret Thatcher

Foto: Reprodução/IMDb

Ao interpretar a primeira ministra britânica Margaret Thatcher, em “A Dama de Ferro”, Meryl Streep conquistou sua terceira estatueta do Oscar. Mesmo sendo norte-americana, a atriz foi a escolha perfeita para interpretar uma das mulheres mais poderosas do mundo – e fez isso com verdadeira elegância e maestria.