Foto: Divulgação

Fechado desde julho de 2018, o Museu Galliera reabre finalmente suas portas com a retrospectiva “Gabrielle Chanel, Manifeste de Mode”. A tão esperada mostra traça a vida e obra da estilista mais importante da história da moda: dividida em duas partes, ela retraça o percurso de Coco Chanel antes e depois da segunda guerra.

A famosa marinière de jersey de 1916, os vestidos pretos e os looks esportivos dos Années Folles até os vestidos dos anos 1930, todos símbolos da maison estão lá. Sem esquecer os tailleurs em tweed, os escarpins bicolores, a bolsa 2.55 e os tons preferidos de mademoiselle: preto, branco, bege e vermelho.

Foto: Divulgação

Uma seção consagrada às joias e bijoux é de tirar o fôlego, incluindo o colar plastron original de 1925 que inspirou a coleção métiers d’art Paris-New York.

Foto: Divulgação

Emum espaço de 1500 m², a exposição convida ao sonho e à contemplação, com empréstimos do Galliera, além de museus como o Victoria & Albert, o Young de São Francisco e o próprio patrimônio da maison.

Foto: Divulgação

A allure chique e rebelde de Gabrielle continua atual e mais do que nunca, revolucionária. A exposição vai até o dis 14 de março de 2021. Bazaar ama!

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação