Sabrina usa trench-coat Victor Zerbinato, brincos Bvlgari, óculos Hugo Boss, meias Lupo e sandálias Saint Laurent por Anthony Vaccarello – Foto: Lufré, com com direção criativa de Camila Bossolan, styling de Patricia Zuffa, beleza de Krisna Carvalho, produção executiva de Bruno Uchoa, set design de Jean Labanca, produção de moda de Leopoldo Mendonça e Amanda Collatto, assistência de beleza de Arthur Lordelo, Assistente de fotografia de Cassiano Lopes camareira Vilma de Alcântara e tratamento do imagem Telha Criativa (Arte: Felipe Rodrigues)

Durante a pandemia, o ritmo de Sabrina Sato foi outro. Apesar de muito intenso, ela também se dedicou a uma jornada de autoconhecimento. Social por natureza, a apresentadora sentiu falta do carinho dos fãs, presencialmente, claro. Porque só no Instagram são quase 30 milhões de seguidores. E o que ela espera do futuro? Que Zoe, sua filha, consiga herdar tudo o que aprendeu com a família. Amor, família, rotina de skincare (que inclui o Óleo facial de vitamina C com rosas e esqualano da Biossance) e playlists musicais são alguns dos temas do “Garotas da Capa”.

Sabrina conta que sua troca com o namorado Duda Nagle rende papos intermináveis, aqueles de loucos, regados a vinho ou com sorvete na cama (de preferência do amigo, o designer Rodrigo Rosner). Ainda que eles não tenham os mesmos gostos, compartilham séries e filmes. “Uma hora assiste a um que gosto, outra hora a um que ele gosta”, detalha. E confessa que nenhum casal foi feito para ficar 24 horas grudado. “A gente tinha os nossos momentos em que cada um estava trabalhando, na rua, viajava muito. Na pandemia, os casais enlouquecem, mas ao mesmo tempo aprendem.”

Praticamente casada, já que já moram juntos há algum tempo, ela brinca que o pedido oficial ainda não veio. Mas adoraria que ele reformasse para a cerimônia – quando puder para reunir amigos e família – a capela da fazenda onde passaram parte quarentena, no interior de São Paulo, tendo como inspiração o meme da igreja que Rodrigo Hilbert construiu para o casamento com Fernanda Lima.

Ela espera ampliar a família porque quer ter uma experiência diferente, já que não teve problemas com Zoe, a quem ela já trata como miniadolescente – mesmo que ela só tenha 2 anos. “Ela não chorou, não teve cólica. Ela é bem humorada e feliz. Vou ter que fazer outros para ver o que é uma criança chorar, fazer birra”, ri. “Quero ter mais filhos… Ter e adotar mais para frente. Assim que terminar esses 13 programas”, diverte-se. Mas ela não congelou os óvulos porque tinha de tomar hormônio, fato que a desencorajou.

Quando gravamos o podcast, ela estava se preparando para passar dois meses em Paraty, no Rio de Janeiro, onde já está gravando o reality “Ilha Record”. Semear o futuro é o tema que permeia toda a edição com Sabrina na capa e tem complemento de Zoe está na Bazaar Kids. Ambas disponíveis no nosso app, tanto para Android quanto para iOS. Baixe agora!


QUIZ
O que faz escondido?
Tudo o que faço escondido, depois eu conto. Sou a pior pessoa para guardar segredos, principalmente meus. Desde um vibrador que experimentei, gostei, e vou dar as dicas para as amigas até um negócio que passei na cara ou “aquilo é ótimo para levantar a bunda, amiga”.

O que toca na sua playlist?
Monto várias. De amor, sábado em casa, banho, Zoe 1, Zoe 2… Misturo desde Chico Buarque a música infantil porque coloco as músicas de Palavra Cantada, Mundo Bita, Patati Patatá, Xuxa… A Zoe canta desde Boi da Cara Preta a músicas antigas. Meus amigos me zoam porque sempre escuto as antigonas, que só eu escuto e ninguém conhece.

Grupo no Whatsapp
Camarim sem Fim, que é a extensão (da vida real), um trabalho que nunca acaba, que está todo mundo da equipe. Os temas vão desde Big Brother Brasil a política!

Você sabe preparar algo na cozinha?
Vai chegar um momento da minha vida, que vou querer passar horas cozinhando com uma taça de vinho, conversando com os amigos. Um dia posso ser!

Teve algum prato de quarentena?
Comi peixe ao cubo hoje, comi há dois dias. Sou sócia! (risos) Mas pedi muita pizza, amo margherita, estrogonofe do Fredi, camarão e sorvete discreto.

Primeiro item de moda
Não lembro a primeira, mas a última foi hoje. Comprei uma camisa da Valentino rosa, eu e Pedro Sales (stylist) compramos iguais. A gente se deu de presente porque a gente queria se divertir porque estava carente… Mais novinha, era mais riponga e usava muitas coisas que eram da minha avó, como roupas de crochê.

Você é gamer?
Eu não, mas o Duda é um nerd gostoso. Tem a cabeça de nerd, um homem muito inteligente, bom papo, gosta de tecnologia, internet e computador. Ao mesmo tempo, gosta de academia. Me dei bem! Já joguei muito, mas desde que a Zoe nasceu, não consegui mais…

Um bilhete para o fim de 2021
Não vejo a hora de poder comemorar, que tudo isso já passou e que vai ficar tudo bem. O que mais quero! E: fica tranquila que vai ter Carnaval…