"Garten" de Wolfgang Tillmans - 2008

A partir desta terça-feira (27.03), o MAM (Museu de arte moderna de SP) recebe duas exposições de fotografia imperdíveis.

Uma delas é a de Wolfgang Tillmans, um dos maiores artistas alemães da atualidade e primeiro fotógrafo a ganhar o Turner Prize (2000). Tillmans escolheu pessoalmente o Museu de Arte Moderna de São Paulo para fazer sua primeira individual na América do Sul.

A exposição vem da Serpentine Gallery, de Londres, ganha montagem e recorte exclusivos para a Grande Sala do museu pelas mãos do próprio artista, com obras que não estavam na versão anterior, caso de dois vídeos.  A curadoria é de Felipe Chaimovich, Julia Peyton-Jones, Hans Ulrich Obrist e Sophie O’Brien.

Paralelamente, a segunda exposição aborda os limites do real e da encenação na obra do artista German Lorca, que completa 90 anos em 2012.

Realizada na Sala Paulo Figueiredo, German Lorca fotografias: acontece ou faz acontecer? explora o jogo da dúvida entre registro documental e representação deliberada na obra do artista paulistano, um dos principais fotógrafos brasileiros do século 20, cujo trabalho experimental e inovador no campo da imagem o situa ao lado de nomes como Thomas Farkas e Geraldo de Barros.

A exposição tem curadoria de Daniela Maura Ribeiro e foco baseado no lema de German Lorca, “a fotografia acontece para o fotógrafo e ele a faz acontecer”.

Ambas as exposições têm entrada franca e na galeria abaixo você confere algumas imagens.

Wolfgang Tillmans e German Lorca fotografias: acontece ou faz acontecer? no MAM
De 28 de março a 27 de maio de 2012
De Terça a Dom., das 10h às 17:30h
Parque do Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – Portão 3
(11) 5085-1300