Foto: Divulgação

Em Londres, era um domingo de gravações de “Citadel” (nova série da Amazon) quando, no intervalo, Richard Madden trocou palavras com a Bazaar para falar de futuros projetos, carreira, recordações do Brasil e, também, como foi estrelar a campanha da fragrância Calvin Klein Defy. Primeiro perfume em quase 10 anos da label, o lançamento chega às lojas brasileiras nesta segunda-feira (30.08). Às voltas de tantos projetos, cinematográficos ou para a TV, o ator estará no aguardado filme “Eternos”, da Marvel, com um casting para lá de estrelado.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

O filme estreia em novembro e se passa depois dos acontecimentos de “Vingadores: Ultimato”. Novamente, o grupo promete proteger a humanidade das forças do mal. Para o ator escocês, o maior desafio ao interpretar um super-herói é um só: “Fico preso por muitos cabos, pendurados no teto do estúdio, e isso esgota fisicamente só porque você tem de fingir que não está pendurado por esses fios ou fingir que está voando (risos)”.

De seu repertório, não pode reclamar. Esteve no cultuado “Game of Thrones”, apareceu na série de TV “Medici: Masters of Florence” e no filme “Bodyguard”, além de ter vivido o empresário John Reid na cinebiografia “Rocketman”, sobre Elton John. O calendário do ator segue recheado neste 2021, com a adaptação para as telinhas do podcast de sci-fi From Now, co-host ao lado de Brian Cox, além do projeto dos irmãos Russo (Anthony e Joe, diretores de Vingadores: Ultimato), a ser lançado na Amazon em breve, pelo qual está com a agenda bookada até o fim do ano. Abaixo, leia a íntegra do papo.

Foto: Divulgação

Como o perfume CK Defy ressoou em você?
Tentamos ir além de “apenas”(lançar) uma fragrância. Conseguimos reunir esse conceito  de desafiar seus próprios limites,  as limitações impostas por a gente mesmo. Ao mesmo tempo, sendo corajoso e ousado. Sempre tentei fazer isso na minha carreira e na minha vida. Esforcei-me mais do que podia imaginar para alcançar outros níveis.

Qual cheiro te remete à infância?
Aquele, logo depois da chuva forte, sempre me faz pensar em quando era mais jovem. Chovia muito na Escócia e vai voltar (a chover).

Calvin Klein Defy tem um tom amadeirado com notas de bergamota, lavanda e vetiver. Em qual ocasião é melhor usar a fragrância?
Temos a madeira, o âmbar e uma mistura de frutas cítricas bem bacana. Se usar pela manhã, você estará fresco para o resto do dia. Se for usá-lo à noite, vai entender a beleza, o calor, se sentir atraente, além de um frescor.

Pode contar qual foi a coisa mais desafiadora de gravar “Eternos”? É usar aquela roupa apertada ou atuar em frente ao chromakey (tela verde)?
Uma das coisas mais desafiadoras é o fato de meu personagem poder voar. Fico preso por muitos fios pendurados no teto do estúdio e isso pode esgotar fisicamente só porque você tem de fingir que não está pendurado por esses fios ou fingir que está voando (risos).

Foto: Divulgação

Seu personagem no filme da Marvel, Ikaris, tem o poder de projetar raios e é dono de uma força sobre-humana. Se fosse um super-herói, qual poder gostaria de ter?
Adoraria poder parar o tempo para ter um dia de folga. Estou gravando Citadel, essa nova série de TV com a Amazon, neste momento, em Londres. E minha agenda está bem cheia com essas filmagens porque é um show enorme. Por isso tivemos de nos falar em um domingo.

Pode falar mais sobre esse projeto?
Honestamente, não há muito a contar. É diferente de tudo o que já vi ou fiz parte, pois estamos montando um mundo enorme e tem os melhores elementos – tanto dos filmes de ação quanto dos de suspense. Mas também envolve terror, complexidade e drama em torno dos personagens. Os filmes para a TV costumam ser uma coisa ou outra. Esta é a primeira vez que participo ou vejo uma série – ao mesmo tempo tão grande, divertida e, também, interessante do ponto de vista dramático.

Quando uma folga, qual o roteiro?
Eu amo cozinhar e comer. Realmente amo!

Você apresentou o podcast de sci-fi From Now, com o Brian Cox. Você é um consumidor assíduo desta plataforma? O que gosta de ouvir?
Não tenho tanto tempo quanto gostaria para ouvir podcasts tanto quanto posso, e meu preparo ainda vem muito das séries de televisão. É um mundo a ser explorado, então tem sido bom fazer parte (desse universo). Costumava ouvis muita rádio quando era mais jovem, como a BBC e similares. É ótimo poder voltar à era do rádio, sou apaixonado por este mundo, e só tenho a voz como plataforma. Então, resumir a atuação das tela apenas com a minha voz é o grande desafio. E eu gosto!

Qual a melhor recordação do Brasil? (ele veio, em 2012, divulgar GoT)
Adorei o clima, o verde (da vegetação). É vibrante! As pessoas são lindas e amigáveis. Assim que a vida deve ser… Quero voltar!

Foto: Divulgação