Uma das capas do livro Popismo - Foto: Reprodução
Uma das capas do livro Popismo – Foto: Reprodução

Por Eduardo do Valle, do SiteRG

Andy Warhol é inerente a qualquer estudo sobre a Pop Art e o cenário artístico internacional dos anos 60. Ícone do comportamento, o artista agora aparece na autoria do livro Popismo – os anos sessenta segundo Warhol.

Na obra, a visão de Warhol é mostrada com clareza, como se travasse uma conversa íntima com o leitor. Ele foi escrito com o auxílio de sua secretária Pat Hackett e retrata desde o cotidiano em seu ateliê, em Manhattan, até o seu relacionamento com os integrantes da banda Velvet Underground, com a atriz Edie Sedgewick, com o cantor Bob Dylan, entre outras figuras emblemáticas da época. Abaixo, um trecho do livro:

“As garotas da Califórnia provavelmente eram mais bonitas que as garotas de Nova York, num sentido padrão – mais loiras e mais saudáveis, acho; mas eu preferia o jeito das garotas de Nova York – mais estranhas, mais neuróticas (uma mulher sempre parecia mais bonita e mais frágil quando estava a ponto de ter um esgotamento nervoso).”

Popismo – os anos sessenta segundo Warhol será lançado em setembro de 2013 pela Editora Cobogó. Preço: R$ 65.