Trabalho de Adriano Costa - Foto: Divulgação
Trabalho de Adriano Costa – Foto: Divulgação

Adriano Costa – We Chose Life . What Now, Georg? Tshirts ?
Alface – Marcelo Cipis
Mendes Wood DM
Rua da Consolação, 3368 – Jardim Paulista
Até 28 de agosto
Primeira individual de Marcelo Cipis, o artista apresenta um conjunto de pinturas inéditas e obras mais antigas, da década de 1990. Seus trabalhos possuem uma carga de humor e questionam a produção de pintura nos dias atuais. Séries como Tambores, de 1996, estarão presentes na mostra. Enquanto isso, Adriano Costa ocupa a sala de entrada e fundo da galeria em sua nova mostra.

André Parente, Dona Raimunda (1977) - Foto: Divulgação
André Parente, Dona Raimunda (1977) – Foto: Divulgação

Andre Parente – Kabuletê. Na Tonga da Mironga
Galeria Jaqueline Martins
Rua Dr. Cesário Mota Júnior, 443 – Vila Buarque
Até 30 de julho
Um dos maiores nomes da videoarte brasileira, o artista reúne um conjunto de 19 trabalhos, todos produzidos desde a década de 1970, para a sua primeira individual na galeria. O corpo, a paisagem, a circularidade, a desaparição e a especularidade são alguns dos temas explorados em toda sua obra, que agora são problematizados na mostra.

Simon Evans, Another Prayer Rug, the Continuing Story of Bungalow Bill (2018) - Foto: Eduardo Ortega/Fortes D'Aloia & Gabriel
Simon Evans, Another Prayer Rug, the Continuing Story of Bungalow Bill (2018) – Foto: Eduardo Ortega/Fortes D’Aloia & Gabriel

Simon Evans™ – Shopping Chão
Galpão Fortes D’Aloia & Gabriel
Rua James Holland, 71 – Barra Funda
De 26 de maio até 28 de julho
Colagens de papel, textos e imagens são a base do trabalho do duo formado por Simon Evans e Sarah Lannan, que recolhem material de produção a partir de resquícios da vida cotidiana. Atualmente residentes em Nova York, os artistas passaram os últimos três meses na cidade do Rio de Janeiro, onde se inspiraram e coletaram material para a produção das quinze obras inéditas que formam a terceira exposição deles em São Paulo.

Marcia de Moraes, Verde, Esmeraldas (2018) - Foto: Divulgação
Marcia de Moraes, Verde, Esmeraldas (2018) – Foto: Divulgação

História do Olho – Márcia de Moraes
Galeria Leme
Av. Valdemar Ferreira, 130 – Butantã
Até 23 de junho
Mais de 15 metros de desenhos feitos em grafite e lápis de cor dão vida à instalação que Marcia de Moraes ocupa em sua nova individual. Nela, a artista apresenta alguns trabalhos inéditos, produzidos recentemente. Além dos desenhos, encontram-se obras em colagem e esculturas de cerâmica com formato de ovos, cordões umbilicais, osso, línguas, dentes e outras figuras. As obras exploram a pesquisa da artista sobre bidimensionalidade e cor. O título da exposição é inspirado no romance homônimo do francês Georges Bataille, que narra diversas aventuras sexuais de um jovem casal.