Fotografia de Paulo Vainer - Foto: Paulo Vainer/Divulgação
Fotografia de Paulo Vainer – Foto: Paulo Vainer/Divulgação

DUAL –  Paulo Vainer
Galeria Mario Cohen
Rua Joaquim Antunes, 177 – Jardim Paulistano
De 8 de junho até 4 de agosto
Após uma visita ao acervo de Paulo Vainer, grande nome da fotografia de moda brasileira, o curador Eder Chiodetto passou três meses estudando algumas das imagens que encontrou para produzir a nova individual do fotógrafo. São quinze trabalhos, entre imagens pessoais, cliques de viagens e também profissionais, que foram intercaladas para criar novos diálogos.

Trabalho de Macaparana - Foto: Divulgação
Trabalho de Macaparana – Foto: Divulgação

Afinidades – Macaparana
Museu Lasar Segall
Rua Berta, 111 – Vila Mariana
De 09 de junho até 06 de agosto
José de Souza Oliveira Filho (seu nome original) nasceu na cidade de Macaparana, interior de Recife, e teve uma trajetória notável na arte moderna brasileira. A nova individual sobre o artista procura afirmar a relevância do brasileiro em nossa história da arte e também as influências que ele proporcionou a outros artistas e gerações futuras. Com curadoria de Franck-James Marlot, as 15 obras presentes na mostra – entre pinturas, desenhos e colagens – são da própria coleção pessoal do artista, conhecido por um trabalho extremamente geométrico e formalista. “A exposição propõe uma quebra na carreira dele: um momento particular quando somos convidados a questionar certas transmissões. Não só o que um artista transmite a outro artista, mas também o que o artista transmite ao mundo”, diz o curador.

Trabalho de Mira Schendel - Foto: Ding Musa/Divulgação
Trabalho de Mira Schendel – Foto: Ding Musa/Divulgação

Mira Schendel – Sarrafos e Pretos e Brancos
Bergamin & Gomide
Rua Oscar Freire, 379 – Jardim Paulistano
Até 23 de junho
Uma das artistas mais importantes do século 20, Mira Schendel ganha nova individual na Bergamin & Gomide, feita em parceria com a galeria americana Hauser & Wirth e colaboração de Olivier Renaud-Clément. Para a exposição, vinte obras foram cuidadosamente selecionadas, todas produzidas entre os anos de 1968 e 1985, que circulam por diversas séries e fases da artista, falecida em 1988. Importantes trabalhos estarão presentes, como quatro das 12 que compõem a série Sarrafos. “Ela nasceu de um momento de falta de decisão, de desordem, que o Brasil viveu em março, quando parecia que estávamos morando em uma Weimar tropical. Naquele momento, como todos, eu também sentia necessidade de ter uma direção, um rumo. Essas obras são uma reação ao marasmo daquele momento”, disse Mira, em 1987.

Obra de Isay Weinfeld - Foto: Divulgação
Obra de Isay Weinfeld – Foto: Divulgação

SUPERCALIFRAGILISTICEXPIALIDOCIOUS – Isay Weinfeld
Galeria Millan
Rua Fradique Coutinho, 1360 – Vila Madalena
Até 23 de junho
Objetos como livros, laços, vasos e até globo giratório são algumas das peças que constituem as 16 assemblages produzidas pelo arquiteto brasileiro Isay Weinfeld. Ao longo dos anos, Isay coletou esses objetos em diversos locais, como mercados de pulga ao redor do mundo. As obras são pequenas e delicadas, algumas com certa pegada de humor.