Atriz se forma em Artes Cênicas no rim deste ano, pela PUC-Rio (Foto: Pino Gomes)

Antes de a pandemia chegar, Bruna Altieri havia sido escalada para o filme “Tração” – uma produção nacional para abocanhar fãs de séries como “Velozes e Furiosos”. Sua personagem [Isadora] sabe tudo sobre motos. “Sempre gostei de filmes de ação e foi uma surpresa quando li o roteiro. Será o primeiro longa sobre duas rodas brasileiro”, afirma, apontando que o Brasil tem um grupo forte de motociclistas.

SIGA BAZAAR NO INSTAGRAM

“É um filme de ação que também traz personagens e diálogos mais profundos e que todos vão se identificar.” Para dar vida à Isadora, ela tem feito aulas para aprender a pilotar moto e estudando também a parte mecânica. O longa-metragem do ator e diretor André Luís Camargo conta com elenco estrelado: Marcos Pasquim, Nelson Freitas, Mauricio Meirelles, André Ramiro, Paola Rodrigues, entre outros. “Todos estão muitos determinados em fazer um filme incrível. Já estou tendo momentos muito divertidos e de muitas risadas nos bastidores (risos) É muito bom poder trabalhar com um elenco tão descontraído.”

Ela também tinha planos de atuar fora do Brasil. Bruna está escalada para “Limits”, minissérie gravada em Nova York. “Meus trabalhos fora do Brasil, inclusive a série, foram adiados para 2021. Ainda não temos uma data específica para retomar as gravações”, lamenta. ‘Todos meus planos foram adiados, ou reformulados. Estamos voltando, aos poucos, e com todos os cuidados.”

Aos 20 anos, essa libriana com ascendente em peixes tem uma queda por investigar as coisas (por causa do sua Mercúrio em escorpião, segundo ela) e se fiz muito reservada em suas escolhas pessoais. “Sou muito discreta, mas sou uma pessoa de muita fé. Sem fé, pra mim, a vida não tem sentido.” A jovem atriz se forma no final deste ano em Artes Cênicas, pela PUC-Rio. “Meus sonhos e planos serão os mesmos depois da graduação. Talvez eles só se tornem mais sólidos e reais depois disso. Quero seguir trabalhando e estudando com tudo que seja relacionado a minha área.” Leia a íntegra da entrevista:

Como está passando a quarentena? Quem está com você e onde você está?

Passei quase toda quarentena sozinha. Passei uma parte no Rio e outra passei com meus pais, no Paraná. Acho que eu teria enlouquecido se não fosse a faculdade online, as minhas amigas e a interação nas redes sociais com os meus FCs.

Como tem aproveitado o tempo? O que tem visto e ouvido nesta quarentena? Descobriu algum hobby em casa?

Sobre hobbies, fiz algumas receitinhas e voltei a escrever. Sou apaixonada por cinema e tive tempo de assistir alguns filmes incríveis que ainda não tinha visto. Também li alguns livros maravilhosos!

Além deste filme de ação, atriz vai rodar minissérie nos Estados Unidos (Fotos: Pino Gomes)

Você é super jovem, mas já conquistou papéis de destaque. Você é do tipo que pensa a longo prazo ou foca no agora e o sucesso é consequência de muito trabalho?

Eu ainda não fiz nenhum papel de destaque na TV, mas quero ter oportunidade de fazer um dia. Foco em ter uma carreira sólida como atriz e em criar a minha história. Acredito que, quando você faz belos trabalhos, você acaba sendo reconhecido por isso.

Quais são seus sonhos na TV brasileira?

Adoraria fazer mais trabalhos na TV e seria uma grande realização como atriz interpretar um papel de destaque. Na realidade, quero mesmo é atuar, independente de ser no teatro, no cinema, na tv ou em algum serviço de streaming. Quero poder viver personagens grandes e desafiadores. Seria uma grande motivação.

Por ser mais jovem, você já vem com um “chip” instalado para falar com a geração tiktoker. Essas novas plataformas te atraem ou você é do tipo que gosta ainda de teatro, cinema e TV?

Amo teatro, cinema, TV e tudo que for inovador. Também adoro o TikTok, apesar de ainda não ter começado os meus vídeos. Acho a plataforma super divertida e descobri várias músicas bacanas. Prefiro os vídeos mais curtos e mais rápidos, mas não deixo de gostar e de ver os mais longos por causa disso.

Quem é a Bruna que está nas redes sociais e a que está fora dos holofotes?

É a mesma pessoa! Apesar de a internet ser um lugar, às vezes, muito raso, não faço um personagem, sou eu mesma o tempo todo. Curto muito interagir com as pessoas que me seguem, adoro responder e também ouví-las. Compartilho coisas que eu, de fato, faço e acredito.

Se pudesse fazer apenas um pedido para sua vida profissional, qual seria?

Um grande papel, algo desafiador e que, no futuro, me fizesse olhar para trás e dizer: “Valeu a pena cada negativa que recebi, cada preparação, cada sacrifício, cada investimento.“

Tem alguma coisa que não perguntei e gostaria de falar?

Tem algo que acho interessante deixar aqui, que ando repetindo pra mim mesma faz algum tempo: “ Pare de tentar pular os momentos da vida, de esperar pelo amanhã pra ser feliz, pelo dia em que algo específico aconteça, pare de tentar controlar a vida, hora, data; as melhores coisas são uma surpresa, e felicidade não deve ser postergada, você pode decidir ser feliz hoje mesmo se quiser. Todo dia uma nova chance.” Acredito que muitos jovens acabam se criticando e tentam controlar ou programar suas vidas de forma antecipada. Podemos até fazer planos de forma precoce mas, de fato, não temos total garantia de nada.