Her Sky - Foto: Divulgação
Her Sky – Foto: Divulgação

Foi na infância que Taly Cohen descobriu o mundo das artes. Incentivada pela família, ela cresceu escutando Simon Garfinkel e Cat Stevens. Nos finais de semana, a agenda era lotada, com visitas à diversas exposições. Aos 14, já frequentava aulas de pintura. “Meus pais se conheceram na faculdade de Arte e Design. Tenho um irmão economista e outra jornalista, então essa mistura teve efeito somente em mim, a filha caçula. A arte em si nasceu comigo, e tive a sorte de ter pais sensíveis a ponto de me incentivarem desde cedo a seguir este caminho”, disse a artista, formada em Artes Visuais pela FAAP, além de ter passado por cursos de Moda, Fotografia, Escultura e Design Gráfico.

Liberté - Foto: Divulgação
Liberté – Foto: Divulgação

Não é à toa que, agora, em sua nova exposição batizada de Eu, Tu, Elas, que abre na galeria A Hebraica, em São Paulo, a artista retoma suas raízes familiares. As telas de Taly ganham luz com inspiração em mulheres como Anne Frank, a escritora Jane Austen, Tarsila do Amaral, Coco Chanel, Elisabeth I, Nina Simone, a arquiteta Zaha Hadid, entre outras. Mas, acima de todas, a maior referência veio da avó, Lea Anglister. “Ela sempre foi um exemplo de determinação. Aos 14 anos se viu inserida em um pesadelo (Segunda Guerra Mundial) que levou embora toda sua ingenuidade e referências, destruindo parte de sua crença no futuro. A partir dai, era viver ou sobreviver. Ela escolheu a vida. Casou-se com o meu avô, (também sobrevivente, salvo por Oskar Schindler), teve 2 filhos e construiu memórias baseadas no amor e na família”, diz.

Lavanda - Foto: Divulgação
Lavanda – Foto: Divulgação

A mostra reúne cerca de dez obras em grande formato. “Sou uma artista bidimensional. Adoro colocar toda as minhas cores e formas em grandes painéis. Na minha arte, o mais importante é a dimensão. Quanto maior, melhor”, completa. Entre os trabalhos, destaca-se a série composta por 10 pinturas, que reforçam a unidade das personagens femininas. Foi o momento também em que Taly aventurou-se em novos suportes para sua pintura, como a madeira.

 

Talu Cohen - Foto: Divulgação
Talu Cohen – Foto: Divulgação

Os trabalhos da artista são produzidos majoritariamente em tinta acrílica, que se mesclam a outros materiais como spray, caneta e giz pastel. Com formas abstratas e muita cor, sua obra já chamou atenção de nomes como a pintora americana Amy Sherald, famosa pelo retrato da ex-primeira dama americana, Michelle Obama. “Eu já conhecia a arte da Amy Sherald. Nos seguimos no instagram e já trocamos algumas mensagens…uma delas na qual ela elogia a minha arte. É muito bacana ter este tipo de reconhecimento”, diz Taly, que tem como inspiração artistas como Ernesto Neto, Lygia Clark, Sandra Cinto, Marc Chagall e Lucy McLauchlan.

Eu, Tu, Elas – Taly Cohen
Galeria A Hebraica
Rua Hungria, 1000 – Pinheiros – São Paulo
De 22 de abril a 06 de maio
Entrada Franca