Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Viola Davis completa 56 anos nesta quarta-feira (11.08), e a Bazaar não poderia deixar de homenageá-la. Uma das maiores atrizes da atualidade, Viola possui um currículo vasto no universo cinematográfico. Nas telinhas, a série “How To Get Away With Murder”, na qual interpreta a protagonista Annalise Keating, é sucesso entre os fãs de tramas criminais.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Com uma infância marcada por dificuldades, o amor pelo teatro a ajudou a firmar a carreira que possui hoje no cinema. Formada em teatro pela Julliard School, em Nova York, ela é ganhadora do prêmio Tony. Mas só em 1996 estrelou o seu primeiro filme, “The Substance of Fire”.

Para celebrar, a Bazaar indica quatro filmes que foram nomeados ao Oscar, graças a sua atuação. Sua primeira nomeação foi em 2009, por “Dúvida”. Em 2012, foi indicada por “Histórias Cruzadas” e, finalmente, em 2017, conquistou a estatueta por “Um Limite Entre Nós”. Já na edição de 2021 da premiação, foi indicada por seu trabalho em “A Voz Suprema do Blues”.

Veja a lista completa abaixo:

“Dúvida”

Foto: Reprodução/IMDb
“Dúvida” – Foto: Reprodução/IMDb

Em “Dúvida”, Viola interpreta  Sra. Miller. O filme conta a história de um diretor de uma escola católica que questiona um padre por suas relações com um aluno.

“Histórias Cruzadas”

Foto: Reprodução/IMDb
“Histórias Cruzadas” – Foto: Reprodução/IMDb

Viola é Aibileen Clark em “Histórias Cruzadas” – nos anos 1960, uma escritora decide escrever um livro sobre as mulheres negras que trabalham nas casas de famílias ricas e brancas.

“Um Limite Entre Nós”

Foto: Reprodução/IMDb
“Um Limite Entre Nós” – Foto: Reprodução/IMDb

“Um Limite Entre Nós” conta a história de um trabalhador negro, que cria sua família nos anos 1950. Viola interpreta Rose Maxson, que é esposa de Troy Maxson (Denzel Washington). 

“A Voz Suprema do Blues”

Viola Davis: quatro filmes com nomeações ao Oscar para assistir
Foto: Divulgação

No longa aclamado pela crítica, Viola Davis interpreta Ma Rainey, artista pioneira conhecida como “Mãe do Blues”. O filme também conta com a atuação de Chadwick Boseman, trompetista interessado na namorada de Ma e determinado a reivindicar sua própria carreira na indústria da música. O tipo de produção imperdível – e disponível na Netflix.