O hotel Belmond Governor’s Residence, na Birmânia - Foto: reprodução
O hotel Belmond Governor’s Residence, na Birmânia – Foto: reprodução

Birmânia
Porque ir para lá: após mudanças políticas recentes, a Birmânia começou a abrir suas portas para os visitantes internacionais, tornando-se o destino número um para quem gosta de viajar. Ladeado por Bangladesh, Índia, China e Tailândia, a Birmânia é um dos países mais diversos e culturalmente ricos do Sudeste Asiático.

Onde ficar: Belmond Governor’s Residence. Essa casa colonial de 1920 foi convertida em um resort de luxo, rodeado por lagos e jardins. Sua lua de mel pode ser aproveitada no spa do hotel, ou desfrutando um jantar romântico ao ar livre à luz de lanternas.

Um pôr do sol em Cuba - Foto: reprodução
Um pôr do sol em Cuba – Foto: reprodução

Cuba
Porque ir para lá: praias de areia branca, águas cristalinas azul-turquesa de arregalar os olhos e uma cultura praticamente intocada. Esse é um lugar para ir e fugir completamente de tudo que você está acostumado.

Onde ficar: Hotel Nacional. Um dos hotéis mais históricos em Cuba, o hotel Nacional de Cuba está no centro de Havana, com vista do porto de Havana e da cidade. O icônico hotel urbano adquiriu suas cinco estrela ao longo de sua história de 81 anos, contando com hóspedes como Frank Sinatra e Ava Gardner.

O hotel ION Luxury Adventure, na Islândia. Foto tirada com enquanto acontecia o fenômeno aurora boreal - Foto: reprodução
O hotel ION Luxury Adventure, na Islândia. Foto tirada durante uma aurora boreal – Foto: reprodução

Islândia
Porque ir para lá: a vida noturna frenética na capital Reykjavik reúne um grande terreno a céu aberto e limpo, proporcionando um contraste lindo para recém-casados que procuram um gosto da cidade e do país. Banhar-se em fontes termais naturais, ver a aurora boreal ou explorar a cultura urbana que está tudo no “pacote” desta pequena ilha do Atlântico Norte.

Onde ficar: ION Luxury Adventure Hotel. Esse retiro de aventuras fica fora de Reykjavik, situado contra campos de lavas escarpadas, quase um outro mundo. O hotel com arquitetura única atrai recém-casados que querem beber em beleza natural, enquanto permanecem em acomodações de luxo. Certifique-se de mergulhar na piscina exterior aquecida enquanto você assiste ao belíssimo fenômeno da natureza, a aurora boreal.

O Mukul Luxury Resort & Spa, na Nicaragua - Foto: reprodução
O Mukul Luxury Resort & Spa, na Nicarágua – Foto: reprodução

Nicarágua
Porque ir para lá: esse destino na América Central foi chamado de conjunto boêmio por anos e atrai turistas por suas vibrações naturais, eco-friendly. Não é tipicamente considerado como um destino de lua de mel, mas isso está mudando desde a abertura do Mukul Luxury Resort & Spa, que oferece o refúgio perfeito para espíritos livres que buscam as coisas mais finas.

Onde ficar: Mukul Luxury Resort & Spa. Lá os casais podem passar um bom tempo em tratamentos de beleza no spa, em aulas de surf, passeios de helicóptero sob vulcões ou passeios de um dia nas cidades coloniais das proximidades.

O hotel Six Senses Zighy Bay, no Omã - Foto: reprodução
O hotel Six Senses Zighy Bay, no Omã – Foto: reprodução

Omã
Porque ir para lá: as pessoas normalmente costumam optar por Dubai ou Abu Dhabi quando se trata de Oriente Médio, mas com a ascensão de hotéis fantásticos, Omã é o novo destino must go. Perfeito para casais que querem ser tratados como realeza, afinal, os mimos por lá são infinitos.

Onde ficar: Six Senses Zighy Bay. Veja a beleza de Omã a partir de um spa com piscina de frente para a praia. Esses refúgios de pedra e madeira são cercados por muros altos e enfeitados com espreguiçadeiras e piscinas particvulares. Os tratamentos do spa, como a ducha a vapor, são alguns dos toques românticos disponíveis.

O hotel Anantara Medjumbe Island Resort & Spa, em Moçambique - Foto: reprodução
O hotel Anantara Medjumbe Island Resort & Spa, em Moçambique – Foto: reprodução

Moçambique
Porque ir para lá: bonita, remota e romântica, a ilha Africana pouco conhecida é perfeita para um safari diferente. No norte da ilha encontra-se o arquipélago das Quirimbas, formado por 32 ilhas salpicadas com praias desabitadas e animais selvagens.

Onde ficar: Anantara Medjumbe Island Resort & Spa. O novo resort fica em uma pequena ilha particular no Arquipélago das Quirimbas. O ressort tem apenas 12 casas, as Beach Pool Villas, cada uma com vista incrível para o Oceano Índico.

O restaurante do hotel Sanctuary Baines' Camp, na Botsuana - Foto: reprodução
O restaurante do hotel Sanctuary Baines’ Camp, na Botsuana – Foto: reprodução

Botsuana
Porque ir para lá: Botsuana é o destino perfeito para busca uma lua de mel com aventura, mas sem deixar de lado o conforto e detalhes refinados. Repleta de fauna e flora selvagens, Botsuana é o paraíso para um amante de safáris, além de conter acomodações super luxuosas.

Onde ficar: Sanctuary Baines’ Camp. Esse romântico oásis tem apenas cinco suítes. Relaxe sob as estrelas em uma banheira ao ar livre ou no Sky Bed em um deck privativo.

O hotel Borgo Egnazia, em Apulia, na Itália - Foto: reprodução
O hotel Borgo Egnazia, em Apúlia, na Itália – Foto: reprodução

Apúlia – Itália
Porque ir para lá: um local ideal para casais que querem uma experiência refinada à moda italiana, sem as multidões de pessoas. No “calcanhar” da Itália, Apúlia ainda é um local relativamente desconhecido, cercado por praias, olivais, fazendas históricas e vilas medievais. Um paraíso foodie, Apúlia é conhecida por seus restaurantes farm-to-table, de comidas orgânicas, os “crudo”e deliciosos vinhos tintos.

Onde ficar: Borgo Egnazia. Entre as cidades de Bari e Brindisi, encontra-se a tranquila cidade costeira chamada Savelletri di Fasano, que abriga o Borgo Egnazia. O elegante e moderno resort é uma reminiscência de uma Villa Apuliana, com todos os toques cinco estrelas: piscina privativa, clubes de praia e um campo de golfe.

O hotel North Island Resort, em - Foto: reprodução
O hotel North Island Resort, na ilha Seicheles – Foto: reprodução

Ilhas Seicheles
Porque ir para lá: esse arquipélago no Oceano Índico é pouco conhecido, mas vale a pena ver de perto a vasta mata e praias com água belíssima, além da enorme quantidade de acomodações de luxo que continuam a manter as ilhas como um destino certo para os vips.

Onde ficar: North Island Resort. Príncipe William e a duquesa de Cambridge, a.k.a. Kate Middleton, passaram sua lua de mel nesse santuário localizado em uma ilha isolada no Oceano Índico. O resort conta com vilas presidenciais voltadas diretamente para a praia. Tudo na ilha garante o isolamento e privacidade dos hóspedes. Não perca os tratamentos de spa no quarto ou jantares íntimos tailor made na praia.

O hotel  Nihiwatu
O hotel Nihiwatu, na ilha Sumba, na Indonésia – Foto: reprodução

Ilha Sumba – Indonésia
Porque ir para lá: Bali tem roubado os holofotes da Indonésia por décadas como o melhor refúgio romântico, mas a ilha Sumba está começando a atrair atenção. Uma das maiores ilhas da região das ilhas de Sonda Orientais, ainda é uma das menos conhecidas e intocadas. Viaje para lá para conhecer de perto suas praias desertas, tribos locais e ótimas ondas para quem gosta de surf.

Onde ficar: Nihiwatu. O hotel chamou a atenção da família Hermés, que o tem como esconderijo de férias eco-chic. Os casais podem relaxar na praia ou descansar nas piscinas exclusivas. Uma caminhada nas plantações de arroz para visitar as aldeias ou uma aula de surf tem que entrar em seus programas.

O hotel The Banyan Tree Lijiang, na China - Foto: reprodução
O hotel The Banyan Tree Lijiang, na China – Foto: reprodução

Lijiang – China
Porque ir para lá: sua lua de mel será envolvida por um mundo de tribos étnicas e culturas tibetanas cercadas por montanhas cobertas de neve. A cidade de Lijiang é considerada um Patrimônio Mundial da UNESCO e oferece aos visitantes um olhar sobre o povo Naxi, natural da região.

Onde ficar: The Banyan Tree Lijiang. Refúgio de luxo com detalhes cheios de design contemporâneo nas montanhas, o Banyan Tree Lijiang é o local perfeito para casais aventureiros que querem passear nos arredores do Himalaia ou explorar o cânion Tiger Leaping Gorge.

O hotel The Brando, na - Foto: reprodução
O hotel The Brando, no Taiti – Foto: reprodução

Taiti – Polinésia Francesa
Porque ir para lá: Taiti está longe de ser um destino de lua de mel desconhecido. O Pacífico Sul tem sido um eixo de viagens românticas há um bom tempo, mas a estreia de um novo refúgio está trazendo vida nova ao destino.

Onde ficar: The Brando. Recém-inaugurado e completamente inspirado no estilo de vida de Marlon Brando, o eco-friendly e auto-sustentável resort tornou-se um destino dos sonhos. Os recém-casados vão adorar as vilas com quartos espaçosos, salas, banheira e piscina privativas ao ar livre.

O hotel Uga Bay, no Siri Lanka - Foto: reprodução
O hotel Uga Bay, no Siri Lanka – Foto: reprodução

Costa leste do Sri Lanka
Porque ir para lá: todo mundo costuma visitar a costa oeste do país, mas a costa leste do Sri Lanka é uma alternativa perfeita para uma fuga a dois. Explore os parques naturais e selvas. O Gal Oya National Park abriga o maior lago do Sri Lanka. Dentro do parque está o Uga Bay, um refúgio à beira-mar que pode ser usado como base para explorar os sítios de Polannaruwa, Patrimônio Mundial da UNESCO.

Onde ficar: Uga Bay. Fica na praia Passekudah e dispõe um spa com vista para o Oceano Índico. Considere uma das Beach Villas, que têm suas próprias piscinas ao ar livre e terraços, além de um acesso particular à praia e serviço de concierge 24h.

O hotel The Ahwahnee, no - Foto: reprodução
O hotel The Ahwahnee, no Parque Nacional de Yosemite – Foto: reprodução

Parque Nacional de Yosemite – Califórnia
Porque ir para lá: é um retiro maravilhoso para lua de mel, oferecendo um mix de atividades ao ar livre, desde caminhadas até escaladas.

Onde ficar: The Ahwahnee Hotel. Esse histórico hotel de luxo foi projetado para manter o ambiente natural integrado à construção. Casais que escolhem passar sua lua de mel lá podem relaxar no mesmo local em que celebridades como Clint Eastwood, James Franco e Rainha Elizabeth II já relaxaram.