Caraíva: o melhor do paraíso no sul da Bahia

Camila Neves revela o que fazer por lá neste verão 2019

by Camila Neves
Camila Neves em Caraíva - Foto: Divulgação

Camila Neves em Caraíva – Foto: Divulgação

Esqueça o sinal do celular. Esqueça a internet. Esqueça o salto alto e os looks praianos extravagantes. Em Caraíva, a regra é ser minimal. Deixar para trás tudo o que é supérfluo e overrated, e conectar apenas com o que mais importa: você.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O clima rústico e a natureza bruta da pequena vila ao sul da Bahia ajudam – e muito! – nessa missão. As duas horas em estrada de terra desde o aeroporto mais próximo (Porto Seguro, 74km), mais cinco minutos para cruzar o rio até o centro do burburinho, já filtram bem os visitantes da península – em sua maioria de alma jovem e aventureira, que prefere descobrir novas praias a consumir de forma desenfreada nas grandes metrópoles. E se encanta facilmente com o encontro do mar e do rio, na Barra, um clássico que é pura poesia.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A instabilidade de energia elétrica, que só chegou por lá em 2007 (!) e costuma falhar em dias de pico, é outro fator que afasta quem não abre mão de conforto extremo (não é todo mundo que encara banho gelado e cabelo que seca ao vento). Mas é na escuridão total que o céu de Caraíva, um dos mais lindos que já vimos na vida, se revela. Brilha. E como brilha!

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Preguiçosos não curtem muito a ideia de andar a pé o tempo todo pelas ruelas cobertas de areia que ligam pousadas, bares e restaurantes. Para quem adota Caraíva como destino, porém, isso é luxo. Liberdade. Despretensão. Acionar o modo offline.

Área de descanso da pousada Coco Bambu - Foto: Divulgação

Área de descanso da pousada Coco Brasil – Foto: Divulgação

Ou quase, já que muitas das pousadas já oferecem wi-fi (para o seu bem: abstraia essa informação). As melhores delas ficam de frente para o mar – é o caso da Cores do Mar, point de praia da turma mais descolada, e da Coco Brasil, onde rolam alguns dos melhores agitos da alta temporada.

Vista da pousada Cores do Mar - Foto: Divulgação

Vista da pousada Cores do Mar – Foto: Divulgação

Logo ao lado está o Bar da Praia, para almoços fora de hora (o bobó de camarão é divino!). Outro lugar sem erro para comer é o Boteco do Pará, cuja especialidade é o surpreendente pastel de arraia com queijo, mas que também serve um arroz de polvo impecável. Vá no final do dia para curtir o por do sol e não se estresse com as longas esperas… O ritmo local é beeeem relax mesmo!

Entrada do Forró do Pelé - Foto: Divulgação

Entrada do Forró do Pelé – Foto: Divulgação

Noites de forró – ora no Pelé, ora no Ouriço – são as mais tradicionais de Caraíva. Atenção: começam e terminam cedo. Melhor assim; estar bem descansado é essencial para curtir ao máximo os passeios pelas praias vizinhas (Satu, Espelho, Corumbau). E é ainda mais legal estar bem lúcido para contemplar por completo as belezuras desse paraíso. Recomendamos demais momentos solo durante a trip, meditar e mergulhar profundamente nos seus pensamentos. A Vila da Magia é poderosa, e você vai voltar muitas vezes para lá.

Leia mais:
Brincos, colares e anéis perfeitos para o balneário chique
Joias na praia: por dentro da coleção “Daughter of Water” da ABI Project
Hype Bazaar: veja cinco praias brasileiras para conhecer já