Filadélfia - Foto: Divulgação
Filadélfia – Foto: Divulgação

Há apenas duas horas de Nova York, a Filadélfia renasceu nos últimos anos, unindo à sua riquíssima herança histórica novas áreas beira-rio, restaurantes de chefs badalados e música, arte e arquitetura de primeira.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Sua paisagem urbana é um mix entre o velho e o novo – a poucos quarteirões do famoso City Hall, do século 19, está o high-tech Comcast Technology Center, maior arranha-céu da cidade. Veja 5 razões para visitar a cidade agora:

1. A localização
No meio do caminho entre Nova York e Washington D.C., a Filadélfia está em posição estratégica para um tour pela região, que proporciona um passeio pela história dos EUA e ainda visita algumas das metrópoles mais vibrantes do país. De trem são apenas duas de viagem da Penn Station, em Midtown Manhattan, até a 30th Street Station, na Filadélfia, e de lá são 3h até a Union Station de D.C.

2. O novo Four Seasons Hotel Philadelphia at Comcast Center

O novo Four Seasons, que abre as portas em agosto - Foto: Divulgação
O novo Four Seasons, que abre as portas em agosto – Foto: Divulgação

Grandes nomes estão por trás do Four Seasons e do Comcast Technology Center, da arquitetura e decoração à gastronomia (o hotel ocupa os últimos andares do prédio da empresa, que engloba a rede de televisão NBC e os estúdios de cinema da Universal e tem escritórios ali). O arquiteto Norman Foster, conhecido como um dos papas da arquitetura americana, é responsável pelo projeto, o renomado chef Jean-Georges Vongerichten assina o restaurante e Steven Spielberg produziu uma instalação artística que traz uma vibe tecnológica ao hall de entrada do edifício. Além disso, há um bar no rooftop e um spa que ocupa um andar inteiro – tudo com as vistas panorâmicas do 48° ao 60° andar.

3. A história

O Liberty Belt - Foto: Divulgação
O Liberty Belt – Foto: Divulgação

Na Filadélfia foi assinada a carta que decretou a independência dos EUA e criada a Constituição local. No bairro histórico de Old City, na região leste da cidade, ficam atrações como o Liberty Bell, o Independence Hall, a primeira Prefeitura da Filadélfia, a primeira Casa da Moeda americana e algumas paredes que não foram derrubadas da Casa do Presidente, construção que tinha o mesmo papel da Casa Branca enquanto o município foi a capital americana.

4. A gastronomia

O restaurante Oyster House - Foto: Divulgação
O restaurante Oyster House – Foto: Divulgação

Em ascensão, a cena gastronômica da cidade é farta e democrática: de tacos mexicanos a noodles asiáticos, de comida vegana ao “cheesesteak sandwich” (o sanduíche icônico que leva carne bovina e queijo em um pão de hot dog). Além dos mercadões gastronômicos Reading Terminal Market e The Italian Maket, estão entre os restaurantes mais falados da cidade a Oyster House, porque não se deve sair de Philly sem provar as ostras da região; o superpremiado Zahav, de cozinha israelita; o High Street on Market, de comida moderna americana; e o Vedge, considerado um dos melhores restaurantes vegetarianos dos EUA. No novo Four Seasons, haverá duas opções de peso: do Jean-Georges Philadelphia, do renomado chef Jean-Georges Vongerichten; e o Vernick Fish, de Greg Vernick, um dos mais aclamados chefs da cidade.

5. A arte

Barnes Foundation - Foto: Divulgação
Barnes Foundation – Foto: Divulgação

A cidade já valeria a visita só pela Barnes Foundation, que guarda uma das maiores coleções de arte impressionista e pós-impressionista do mundo. Mas há mais: o Rodin Museum abriga o maior acervo do escultor fora da França, o Philadelphia Museum of Art é casa para mais de 225 mil obras; e o Institute of Comtemporary Art expõe artistas que estão bombando no momento. Quem curte arte e tecnologia deve passar também no Comcast Technology Center. No prédio onde fica o Four Seasons, há obras como a da artista Jenny Holzer, chamada For Philadelphia, uma instalação digital com apresenta frases de poetas, arquitetos e outros visionários da cidade.

Leia mais:
Royal Clippers: Bazaar faz um passeio no maior veleiro do mundo
Day use: dê um mergulho no mar com luxo no litoral sul de São Paulo
Polinésia Francesa surpreende e se destaca como paraíso para a lua de mel