Didi Wagner em Paris - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Didi Wagner em Paris – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

“A minha lua-de­-mel, em 1998, começou em Paris. E o Plaza Athénée era destino certo, não só pela aura de conto de fadas, que combi­nava perfeitamente com a ocasião, como também pela recomendação fortíssima da minha sogra, Tania, hóspede assídua. Acho incrível como o hotel conseguiu unir duas coisas importantes, ao longo desses anos todos: se manter atual (executando, inclusive, algumas reformas em seu inte­rior) e, ao mesmo tempo, preservar sua identidade. É daqueles lugares a que você pode voltar anos depois e reviver um momento mágico. Adoro o décor clássi­co da fachada, coberto de toldos e flores vermelhas – acho a cara de Paris!”

Salão do hotel - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Salão do hotel – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

“Durante uma semana pedi o café da manhã no quarto. Diariamente, fui acordada com leves batidas na porta e um “Bon jour! Voi­là le petit dejéuner!”. Parecia cena de filme! A mesa tinha uma apresentação primo­rosa, com louças impecáveis, flores, crois­sants deliciosos e frutas frescas.”

Café da manhã deluxe - Fotos: Reprodução/Harper's Bazaar
Café da manhã deluxe – Fotos: Reprodução/Harper’s Bazaar

“Algumas suítes do hotel têm janelões voltados para cartões-pos­tais da cidade, como a torre Eiffel e o bairro de Montmartre. Mas não dispense as que têm vista interna para o pátio co­berto de verde, que é supercharmoso. Durante o verão, dá para almoçar ou to­mar um chazinho à tarde por ali.”

Fachada do hotel - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar Brasil
Fachada do hotel – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar Brasil

“Em 1998, não havia internet. Portanto, dependíamos totalmente do concièrge – na época, o Ja­cques Vincent. Ele se desdobrava para atender até os pedidos que pareciam uma gincana, tipo fazer a reserva de uma mesa grande, em um restaurante badalado, no horário mais concorrido.”

Assine a Harper’s Bazaar