Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

Por Fernanda Fehring

Além de sua beleza extraordinária, a Córsega também tem uma incrível habilidade de produzir hotéis fantásticos. E durante a minha viagem pela ilha conheci mais uma joia de propriedade, que é parte do selo Relais et Châteaux.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

Trata-se de um hotel escondido em uma baía de capotar de tão bonita, nas cercanias de Porto-Vecchio, dono de um jardim esplêndido e com jeito de casa de família – e ainda com colaboradores que tratam os hóspedes como velhos amigos.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

Refiro-me ao Le Grand Hôtel de Cala Rossa, a “grande dama” da hotelaria corsa, uma verdadeira instituição da ilha e um hotel que tem uma legião de apaixonados. Seus hóspedes, em maioria, são recorrentes, que voltam verão após verão para apreciar sua natureza exuberante e sua hospitalidade impecável.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

Localização

Situado a 15 minutos de distância do centro de Porto-Vecchio, o hotel está localizado em uma pequena enseada do Golfo de Porto-Vecchio, mais precisamente na belíssima e exclusiva praia de Cala Rossa – uma joia de prainha que dá nome ao hotel. De águas calmíssimas e impossivelmente transparentes, a praia é das mais lindas e tranquilas da região – uma localização de sonho, que o hotel sabe explorar muito bem.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

Na verdade, o Cala Rossa está no coração de um parque privado à beira-mar e tem um jardim magnífico, repleto de pinheiros centenários. Um cenário deslumbrante, que disputa o protagonismo ombro a ombro com a praia. A Córsega tem dessas coisas… não se sabe o que é mais bonito, o turquesa do mar, as montanhas ou a vegetação.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

O hotel

À primeira vista, o Cala Rossa seria apenas mais um hotel muito bonito, com pé na areia de uma praia extraordinária. A descrição estaria correta já que o hotel é exatamente assim. Mas após apenas algumas horas nesse lugar, percebe-se que essa é uma propriedade especial e que o hotel é muito mais do que isso.

Sem dúvida é também um hotel elegante, com ambientes aconchegantes e decorados com bom gosto, com lustres e espelhos antigos, belos arranjos de flores e objetos trazidos de viagem pelos donos. Pela excelência de seu serviço, o Cala Rossa é uma referência na hotelaria da Córsega e tem aquele “quê” a mais que só grandes hotéis têm. Mas o diferencial de verdade é que esse é um hotel familiar, que “te abraça”, que te faz sentir completamente em casa, e que deixa saudades quando as férias acabam.

As crianças, que uma vez vieram com seus pais passar o verão nesse local lindo, agora voltam com seus filhos – e provavelmente voltarão com seus netos – e essa é a mágica desse lugar. Portanto, mesmo os encantos do lugar parecem um detalhe diante da atmosfera deliciosa que o Cala Rossa tem.

Os colaboradores do hotel são como uma grande família capitaneada pelas gentilíssimas irmãs Lise e Hélène Canarelli, que herdaram a propriedade de seu pai, e tocam o lugar com maestria. Seu irmão Paul Canarelli é o proprietário do hotel Domaine de Murtoli, e a família tem longa experiência em hotelaria de alto padrão.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

Os quartos

Quando cruzei a porta da minha suíte, a primeira coisa que me passou pela cabeça foi: “finalmente cheguei às margens do Mediterrâneo!” Tive essa impressão de forma clara, apesar de já estar viajando há alguns dias pela região. Mas, de fato, foi a imagem do meu quarto, todo pintado de branco e com uma linda varanda aberta para o jardim e para praia, que me trouxe à mente a impressão de “paraíso à beira mar” que tanto associamos com as belas ilhas do mediterrâneo.

No total, o hotel tem 40 quartos, bem decorados e equipados com TVs, minibar, cofres e wifi. Todos os quartos, com exceção dos quartos de entrada, têm varandas. Minha suíte, além de uma varanda divina, com cadeiras e espreguiçadeiras, contava também com um walk-in closet, um quarto extra para crianças pequenas, uma sala de estar, com sofá e escrivaninha e um banheiro com banheira e chuveiro potente.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

O hotel conta ainda com uma suíte especialíssima, uma casa na árvore de morrer de tão charmosa. Localizada no jardim e de frente para a praia, o quarto tem bela janela com vista para o mar e é toda feita de madeira. Ideal para casais apaixonados curtirem uma lua-de-mel ou um fim de semana romântico a dois.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

Gastronomia

A gastronomia do hotel é excelente e seus restaurantes, além de belíssimos, apresentam uma culinária caprichada. À frente da cozinha do hotel, há duas décadas, o head chef Pascal Cayeux e o chef Sébastien Chaucat, mostram todo o seu amor pela ilha através de seus pratos. O chef confeiteiro Francis Pean, que há trinta anos encanta a todos com suas criações, completa o dream team do hotel.

O restaurante La Pinéde tem suas mesas espalhadas pelo jardim, cercadas por pinheiros altíssimos, formando um cenário encantador. Sua culinária é descomplicada, leve e muito saborosa. E as sobremesas são incríveis. Na carta de vinhos, há muitos rótulos locais divinos – aliás, essa é mais uma razão para visitar a Córsega: os vinhos! rs O hotel também serve um menu de pequenos pratos no jantar – ou I Piattini – para serem degustados no bar, no jardim ou até na praia. Luxo puro.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

O almoço, geralmente, é servido no bar da praia, outro ambiente adorável com vista espetacular para o mar transparente da praia de Cala Rossa. No menu, muitos frutos do mar, saladas e pratos leves, como o peixe do dia e a brandade de bacalhau – ambos de comer rezando!

O café-da-manhã, em estilo buffet tem todas as delícias que amamos – como frios e queijos locais, waffles, panquecas, cereais – e é servido no salão do hotel e (se o tempo permitir) degustado nas mesas do restaurante ao ar livre. Uma maneira simplesmente extraordinária de começar o dia.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

O spa Nucca

O hotel tem um spa maravilhoso, o recém-reformado Spa Nucca. Na verdade, Nucca é a marca de cosméticos de luxo “da casa”, criada pelas irmãs Lise e Hélène Canarelli, que tem como foco produtos criados com plantas provenientes dos maquis da Córsega.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

O spa em si é um espaço de 550 metros quadrados, estalando de novo, e com uma linda piscina interna de 14 metros. No local há também um hamman e salas para tratamentos corporais e faciais. Todos os procedimentos são feitos com os produtos Nucca. Um nail bar – salão exclusivo para manicures e pedicures – e um salão de cabeleireiros completo também estão disponíveis no spa.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

Experiências

Apesar do forte apelo de dolce far niente que um hotel como esses tem, há também algumas experiências propostas aos hóspedes. A mais bacana delas é um pequeno cruzeiro pela baía a bordo de um charmoso pointu – ou um tradicional barco de pesca – todo reformado e lindo de morrer. O passeio acontece todos os dias de manhã e é cortesia a todos os hóspedes do Cala Rossa. Irresistível!

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Fernanda Fehring

Uma visita à horta do hotel também é uma boa pedida para quem está passando alguns dias por lá. Projetada pelo paisagista Philippe Niez, a horta é um verdadeiro paraíso para os chefes da casa, e até para os meditantes de plantão. Cercada por lavandas, figueiras e ervas aromáticas, o local é uma incrível experiência sensorial que vale a pena ser vivida. E levar para casa, mais uma doce memória desse lugar fantástico que é a Córsega.

Fernanda Fehring - Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Foto: Divulgação

Le Grand Hôtel de Cala Rossa
Route de Cala Rossa,
20137 Lecci, França
Hotel-calarossa.com
@grand_hotel_de_cala_rossa

@fernandafehring é formada em Hotelaria, Gastronomia e Turismo pela Universidade de Surrey, na Inglaterra, e em Cozinha pela École Le Cordon Bleu, de Paris. Foi expatriada por 18 anos, morando em países como Inglaterra, Alemanha, China, França e África do Sul. Mas é no Rio de Janeiro que Fernanda se sente mais feliz. Formada pela McQueens de Londres, Fernanda teve um ateliê de flores durante seis anos no Rio. Trabalha atualmente como curadora de viagens e colunista, e sua grande paixão são as viagens de natureza e de isolamento. País preferido no mundo? África do Sul. Viagem dos sonhos? Alasca.