Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Didi Wagner em Shibuya – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

Point Cultural
Um dos bairros mais bacanas para desbravar a pé é Daikanyama e suas ruelas repletas de lojas. Comece o passeio pelo Daikanyama T-Site, um conglomerado de construções da livraria Tsutaya interligadas, mais cafeteria, restaurante e um míni Family Mart (supermercado). A premiada arquitetura é ultramoderna, e o espaço todo é um convite a uma imersão em livros, revistas, comidinhas e gadgets japoneses e de outras nacionalidades.
17 Sarugakucho, Shibuya-ku :: tsite.jp/daikanyama

Guloseima
Imagine uma loja com fachada composta por milhares de ripas de madeira entrelaçadas, em um projeto concebido por um renomado arquiteto japonês (Kengo Kuma) em um bairro nobre de Tóquio (Aoyama). Agora, imagine que essa loja vende apenas… minibolo de abacaxi! Pois essa é a Sunny Hills, onde você pode tomar um chá e experimentar o doce de graça, para então decidir se quer levar a caixa com 5 ou 10 unidades do bolinho. 3-10-20 Minami-Aoyama, Minato-ku :: sunnyhills.co.jp

Gyoza do Harajuku Gyoza Lou - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Gyoza do Harajuku Gyoza Lou – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

Pit Stop
Provei um dos melhores gyoza de todos os tempos no Harajuku Gyoza Lou, um lugar bem despojado, com um balcão enorme, poucas mesas e menu sucinto. Pode-se escolher entre o gyoza frito ou feito no vapor e opções de legumes para acompanhar. A qualidade e o preço são imbatíveis.
Harajuku Gyoza Lou, 150-0001

Templo Mejii - Foto: Reprodução/Harper's Bazaar
Templo Mejii – Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar

Tradição e grifes
Para entender um pouco o xintoísmo – um dos pilares da filosofia japonesa –, recomendo a visita ao Templo Meiji, erguido em 1920 em homenagem à família imperial japonesa Meiji. Vá embora pela Meiji Dori e continue a pé até a avenida mudar de nome para Omotesando Dori, uma das vias de comércio mais chiques da cidade. Ali, além das grifes mais badaladas do mundo (Dior, Tod’s, Bottega Veneta etc.), tem o shopping Omotesando Hills, cujo projeto arquitetônico é do aclamado Tadao Ando.
Meiji Shrine: 1-1 Yoyogikamizonocho, Shibuya; Omotesando Hills: 4-12-10 Jingumae, Shibuya

Souvenir
Não dá para deixar Tóquio sem comprar brinquedos e bonecos inspirados em mangá (quadrinhos) e anime (animação japonesa), ainda mais se você, como eu, for fã do Estúdio Ghibli (responsável por filmes como Ponyo e A Viagem de Chihiro, vencedor do Oscar de Melhor Animação em 2003). Há várias lojas, principalmente na região de Akihabara, mas a melhor de todas é a Kotobokiya. São cinco andares repletos de bonequinhos, bichos de pelúcia e blindboxes (caixinhas fechadas que trazem um brinquedo-surpresa, mania japonesa!).
Okashima Bldg., 1-8-8, Sotokanda, Chiyoda-ku :: main.kotobukiya.co.jp