Viagem de trem: uma ótima ideia para conhecer novos lugares na Europa – Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Viajar é um dos melhores meios de aproveitar a vida, descobrir lugares novos, paisagens lindas e gerar memórias inesquecíveis. E quando se sonha em viajar, logo vem à mente uma tour pela Europa, para conhecer todos os grandes pontos turísticos, tão retratados em filmes, séries e livros.

Mas o que nem todo mundo sabe é que o transporte até esses lugares também faz parte da experiência e pode ser recheado de surpresas. As viagens de trem na Europa, os chamados trens panorâmicos, são tidos como principais meios de transporte nos países europeus desde 1850, e cortam paisagens deslumbrantes, pequenas cidades pitorescas e praias esquecidas pelo tempo.

Ficou curioso? A Bazaar selecionou algumas das mais bonitas viagens de trem:

De Roma a Florença

Essa viagem, que sai da capital italiana, dura cerca de uma hora e meia, e é uma das mais requisitadas pelos turistas, por ser de fácil acesso e ligar dois grandes centros urbanos da Itália. O foco desse trajeto é percorrer a parte velha da cidade de Roma, passando pelos remanescentes da era dos imperadores romanos na cidade.

Ao chegar em Florença, o quadro é voltado para a parte da cidade preservada do Século 15 e 16, que foi berço do movimento Renascentista na Europa. O trem é sempre tripulado por guias, que vão contando curiosidades e fatos históricos ao longo do percurso.

Trajeto Oslo-Bergen

Para quem gosta do clima frio da Noruega, esse é o passeio ideal. A rota liga a capital Oslo à cidade de Bergen, famosa por ser rodeada de fiordes e imponentes montanhas no litoral norueguês.

A rota é longa, dura cerca de seis horas e meia, e corta o país de um lado a outro, porém o tempo é recompensado por belas paisagens de lagos congelados, cidades inteiramente feitas de madeira, campos salpicados de renas e vista para os fiordes – passando inclusive pelo maior fiorde da Europa, o Sogn, com 205 quilômetros de extensão e falésias de 1.000 metros de altura.

De Fort William a Mallaig

Pelo nome do trajeto, talvez seja difícil de reconhecer, mas essa rota liga Fort William, uma das maiores cidades da Escócia, à cidade de Mallaig, famosa pelos inúmeros pubs. Mas o grande diferencial dessa rota, que dura pouco mais de duas horas, é a passagem pelo grande Loch Eil e pelo viaduto Glenfinnan, duas localidades utilizadas nas filmagens da saga Harry Potter. Sim, esse é o mesmo trem utilizado pelos alunos para chegar à escola de Hogwarts.

Assim como as outras rotas já mencionadas, essa é muito conhecida pela cultura pop, e por isso, torna-se alvo de muita demanda. As passagens são muito disputadas; portanto, é indiscutível a necessidade de registrar todas essas belas paisagens, seja com um iPhone 13, uma câmera portátil ou até mesmo uma câmera instantânea, uma forma de recordar a viagem com um pequeno toque de magia.