Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

Segundo a nutricionista Luanna Caramalac, ter uma alimentação inadequada acaba influenciando no desempenho sexual. “O estilo de vida inadequado, bem como uma dieta rica em alimentos que podem causar inflamações, impactam diretamente na função sexual”, resume.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Luanna afirma que uma dieta rica em alimentos como frutas, vegetais, carboidratos complexos e proteínas possui papel fundamental para auxiliar a solucionar problemas relacionados à menopausa e falta de lubrificação. “A alimentação influencia diretamente na vida sexual”, finaliza.

Conheça alguns alimentos para apimentar o relacionamento e aumentar a libido:

Chocolate 70% (ou mais, zero açúcar)

Induz a produção de serotonina, neurotransmissor que tem várias funções sobre o sono, humor e é responsável principalmente pela sensação de prazer.

Aspargos

É rico em vitamina B3 (que promove a vasodilatação, melhorando a circulação e a ereção do pênis) e em magnésio (importante para a produção de serotonina, o hormônio do bem-estar, que é fundamental para a libido).

Amendoim

Por ser uma oleaginosa, é um alimento altamente energético, de alto valor calórico. Também contém grande quantidade de vitamina B3, que colabora para a vasodilatação sanguínea, por isso é relacionado ao aumento da libido e do apetite sexual.

Pimenta

Esse condimento é capaz de promover o desempenho sexual. Os efeitos provocados após a ingestão da pimenta causam reações fisiológicas no corpo, como a elevação da frequência cardíaca e sanguínea e sudorese, muito semelhantes às sensações vivenciadas no ato sexual, fazendo da pimenta um dos alimentos afrodisíacos.

Morango

Além do estímulo visual por sua bela aparência e cor vermelha, é rico em vitamina C, que ajuda na formação e liberação dos hormônios sexuais e aumenta a lubrificação vaginal.

Maça peruana

Tem propriedades capazes de aumentar a quantidade de testosterona. São ricas em arginina – que aumenta a circulação sanguínea, e zinco – que aumenta a produção de testosterona.