Jéssica Pauletto/Foto: José Caetano

Por Julia Pitaluga

Jéssica Pauletto, é modelo da Way Model, gaúcha, mora em SP, é veterana de editoriais e passarelas entre Rio e SP e ainda já foi eleita a melhor modelo do ano, em 2005.

Há algum tempo, a top decidiu deixar as passarelas e se dedicar mais a editoriais e campanhas, mas logo encontrou suan nova paixão; a fotografia. Harper’s Bazaar encontrou com Jéssica no backstage do desfile de Juliana Jabour, para uma conversa sobre a nova fase.

Harper’s Bazaar – Como surgiu 0 interesse por fotografia de moda?

Jéssica Pauletto – Eu fiz um curso de fotografia na Escola Panamericana e gostei muito, comecei a me interessar a partir daí, aprender técnicas, etc.

HB – Você está sempre nos backstages fotografando. De onde surgiu a ideia?

JP – Eu trabalho com fotografia de moda já há três temporadas, faço fotos de backstage para a revista FFW/MAG Coleções. Como sou modelo também, fazer contatos para mim foi mais fácil. Eu fotografava mais arte, mas os fotógrafos amigos meus me incentivaram muitom então comecei a fotografar moda. E como já era do ciclo das modelos e amigas, foi bem mais fácil também. É muito bom estar entre amigos.

HB – Fora das semanas de moda, o que você faz?

JP – Eu faço sempre books de modelo e portfólios, por enquanto. Pretendo fotografar editoriais. Eu divido duas carreiras, mas amo fotografia de moda e quero focar nisso a partir de agora.

HB – Você disse que fotograva mais arte. Não sente falta?

JP – A FFW/MAG me dá total liberdade na hora de fotografar, além de ser um veículo mais artístico mesmo. Costumo fazer o contrário de outros veículos; a modelo não posa para mim.

HB – Qual foi seu último trabalho recente como modelo? Pretende continuar ou focar apenas em fotografia de moda?

JP – Quero continuar sim, apenas deixei as passarelas por cansaço. Sou modelo e fotógrafa mas meu foco é fotografia. Fiz uma campanha para a C&A e Camila Klein.

HB – Um ídolo da fotografia?

JP – Paolo Roverssi!

HB – Uma modelo que você gosta?

JP – A new face Alexia, minha aposta!

HB – Melhor trabalho como modelo e fotografia?

JP – Meu primeiro desfile inesquecível foi em 2003, para o Alexandre Herchcovitch. Na fotografia, tudo que faço para a MAG e fora também é o máximo, amo muito.