Imagem de “Sex”, livro com fotos eróticas de Madonna – Foto: Reprodução

Você também percebe o sexo como uma dança? Sempre tive essa impressão de que se trata de um ritual com uma coreografia improvisada. Tem vezes que a gente faz par com algum protagonista daqueles vídeos no YouTube intitulados “o pior dançarino do mundo”, um cidadão afobado que quer impressionar com malabarismos, mas acaba se enrolando todo rsrs Mas quando dá sorte e leva para a cama um “Fred Astaire”… Segue-se diretamente para “heaven, I’m in heaven”, conduzida por movimentos leves e vigorosos intercalados. E se o cara for gente boa então, a gente diz “esse é pra casar”! rsrs

Para animar esse “balé”, confesso que normalmente deixo uma caixinha de som portátil na mesa de cabeceira. Fiz uma pesquisa nesta terça (7) e vi que não sou a única: existem pelo menos 240 playlists para sexo no Spotify. Desse número, oito foram preparadas por mim 🙂

Parece demais? Talvez… Mas pense bem, tem as noites românticas, outras, das indianas do tantra, do rock ou até rap. Sim, rap! Já ouviu The Weeknd e Baco Exu do Blues? Recomendo! The Weeknd emplacou música até na trilha-sonora de 50 Tons de Cinza, “Earnet It”. Olha o clipe com a cantada-canção:

Já o baiano Baco Exu do Blues é mais desbocado, quer dizer, safado mesmo, excelente trilha-sonora para inspirar aquelas pegadas, como “Te Amo, Disgraça”:

Na minha playlist, acho que tem praticamente tudo. Menos sertanejo. Pessoalmente, o ritmo simplesmente não me inspira. Como sei que sou minoria neste país, cito alguns hits sensuais:

Felipe Araújo – Amor da sua cama (destaque para o clipe hot hot hot com Carol Nakamura e Felipe Titto)

“Box do Chuveiro”, de Munhoz e Mariano (Munhoz e Mariano – Box do Chuveiro (Clipe Oficial).

Todo mundo deveria, nem que por hobby, preparar uma playlist para a ocasião e deixá-la na agulha. Vale até misturar ritmos. Algumas dicas:

Escolha músicas que inspiram você, não siga modinhas. E não foque apenas nas lentinhas, apimente com indie, rock, pop, funk, etc…

Ao mesmo tempo, cuidado para não assustar com possíveis gostos exóticos. Por exemplo, eu mesma curto um bom heavy metal. Acho extremamente sexy os arranjos de Metallica: Enter Sandman (Official Music Video) e Rammstein – Du Hast (Official Video). Mas, gente, convenhamos, quem concordaria comigo? Autocrítica é fundamental nessas horas… rsrs

Isso leva também a outro zelo: observe a letra das músicas. Há canções com um ritmo bem insinuante, mas se alguém resolver prestar atenção à letra, poderá esfriar. Como The Smiths – How Soon Is Now? (Official Music Video) , tristíssima, especialmente no trecho “então você vai, e você fica sozinho/ E você vai embora sozinho/ E você vai pra casa, e você chora/ E você quer morrer”. Mas apesar da sofrência, mantive essa daí, porque aquele rifle de guitarras propõe algo completamente diferente, eu escuto algo como “vem pra cá e vamos fazer várias indecências” rsrs.

Capriche bem na escolha da primeira música, algo bem convidativo para dar o start, uma verdadeira cantada musical. Na sequência, as outras três podem seguir o mesmo embalo, ou o mesmo ritmo, mas nada muito “agitado”, afinal, segue o “tempo preliminar”. Amo muito The xx – Intro

A quarta ou quinta música marcam o “ápice”, algo mais animado, mesmo romântico, como Aerosmith – Dream On Legendado Tradução. Mantenha esse ritmo nas próximas duas.

Para finalizar, naquele “momento respiração arfante”, uma sequência de outras três sexy, mas slow down. A quarentona aqui ama hits dos anos 80/90 e indica George Michael – Praying For Time (Official Video).

Moral da história: uma boa playlist de sexo deve ter pelo menos 10 faixas. As minhas têm até mais, cerca de 2 horas, sempre seguindo esse esquema do esquenta-apimenta-descansa. Afinal, tudo o que termina pode recomeçar, né? rsrs

Está com preguiça ou sem tempo? Segue 5 playlists pra transar bem inspiradoras:

Sensual Songs

Deu match e você vai encarar o date pela primeira vez? Vai nessa que é infalível: um monte da trilha sonora de 50 Tons de Cinza, Rihanna, tem até Michele Morrone, o bonitão de 365dni, que canta parecido com o The Weeknd:

Ouça aqui!

Rock Sex

Deliciosa, mescla Jimmy Hendrix, Aerosmith e Portishead:

Ouça aqui!

Alternative Love Songs

Letras bem românticas, mas com uma batida de rock indie que favorece a pegada:

Ouça aqui!

Playlist de um artista só

Bandas e cantores onipresentes nas playlists de sexo, que fazem de seu trabalho uma sequência maravilhosa de cantadas. Basta deixar rolando o This is: The XX, Cigarretes After Sex, The Weeknd, Portishead e, claro, o álbum Erotica, da Madonna

Ouça aqui!

S

“S”, adivinha de que? rsrs Uma das playlists que fiz, possui mais de duas horas de som pra ser feliz. Tem de tudo (menos sertanejo, rs) de Liniker e os Caramelows e Baco Exu do Blues a Arctic Monkeys (banda com som extremamente sexy, aliás) e Joy Division.

Ouça aqui!

É isso, pessoal! Tenham boas danças 😉

Beijos e se cuidem!

@anacarolcsoares Jornalista desde 1994, ganhou prêmios e passou por grandes veículos de comunicação, trabalhando como repórter, editora, colunista e PR. É muito feliz também em cursos de tantra, fez mais de dez e até tirou certificado de terapeuta tântrica com Gilson Nakamura em janeiro de 2019, no método Deva Nishok. Dona de cachos assumidos e ama escrever sobre sexo, como a musa Carrie Bradshaw 🙂