Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Aparentemente o IRS (a receita federal americana) é rigorosa mesmo quando você é uma duquesa e famosa! Até agora, Meghan Markle está acostumada a pagar impostos como uma cidadã americana que mora no exterior – já que ela trabalhou em Toronto durante anos enquanto filmava a série “Suits”. Mas declarar seus impostos se tornarão ainda mais complicados quando ela se casar com o príncipe Harry, em 19 de maio, no Castelo de Windsor.

Veja aqui uma pequena lista das coisas que ela terá que denunciar ao IRS, de acordo com o “The Wall Street Journal“:

1. Qualquer tiara ou bracelete de diamantes que a Rainha Elizabeth dá ou mesmo apenas empresta a ela.
2. O valor de sua metade do aluguel gratuito da casa de campo que ela divide com o príncipe Harry no Palácio de Kensington.
3. Qualquer cartão de débito ou crédito vinculado à conta bancária do príncipe Harry, com mais de US $ 10 mil (cerca de R$ 35 mil).
4. Férias em um dos castelos da rainha.

Embora ela não tenha que, necessariamente que pagar mais impostos por causa dessas coisas, se não as declarar, as penalidades podem ser severas. Como a maioria dos ativos da família real é mantida em custódia privada, Markle pode até ter uma taxa sobre o valor dos benefícios que recebe desses ativos.

“Os agentes do IRS estão altamente cientes dessas regras”, disse Dianne Mehany, advogada da Caplin & Drysdale, ao “The Wall Street Journal“. Mas tudo por ser simplificado caso ela renuncie a sua cidadania americana: o Kensington Palace confirmou que Markle iniciará o processo de se tornar cidadão do Reino Unido após o casamento, mas ela não receberá oficialmente esse status por pelo menos três anos. Ainda que ela pudesse optar por manter sua cidadania americana e se tornar cidadã do Reino Unido, o que significa que ela e os filhos de Harry poderiam ter passaportes dos EUA e do Reino Unido, ela também poderia renunciar à cidadania americana para evitar essa situação fiscal intensa.

Mas se ela optar por fazer isso, terá que pagar um imposto de saída sobre ativos, como uma casa ou um portfólio de ações, mesmo que ela não venda essas posses! Além disso, recuperar a cidadania americana é muito difícil quando você a renuncia e caso ela o faça, teria que passa pelo processo normal de processo de naturalização exigido pelo governo americano a qualquer um que faça o pedido.