Julie Sariñana fala com Bazaar sobre sua viagem a SP - Foto: reprodução
Julie Sariñana fala com Bazaar sobre sua viagem a SP – Foto: reprodução

Por André Aloi

A blogueira internacional Julie Sariñana, do Sincerely Jules, desembarcou na segunda-feira (03.11) no Brasil, e está acompanhando o SPFW. Antes de assistir ao desfile de Lollita, conversou com Harper’s Bazaar e contou que lançará sua própria coleção em 2015, de roupas e acessórios, basicamente um retrato streetwear do que ela já faz em seu blog.

Ainda neste mês, a blogueira abrirá uma pop-up store em Los Angeles. Ela veio ao Brasil em ação conjunta da ABEST (Associação Brasileira de Estilistas) e Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). Ela confidenciou que quer conhecer as também blogueiras Thássia Naves e Martha Graeff. Confira a íntegra da entrevista, no texto abaixo:

O que você ouvir falar do Brasil antes de vir para cá?
Mesmo sem ter vindo ao Brasil, já sabia que as pessoas eram muito apaixonantes, muito coloridas e queridas. Seus gostos se mostram através dos esportes, música, comida. Tudo é muito vibrante, uma cultura muito amável e poderosa. E isso se traduz na moda.

Como você definiria o estilo dos brasileiros?
São ecléticos, gostam de misturar, vai do tropical ao animal print, e também estampas esportivas. Vocês são muito grandes no futebol. Já vi garotas usando roupas esportivas, e sneakers – que eu sou muito fã, adoro esse tipo de tênis.

De fato, vemos muitas fotos suas elegante, mesmo de sneaker…
Acho que encontrar um meio termo, e você fazem isso muito bem. Misturar estampas bacanas com florais, bolinhas, cores brilhantes com um tênis é muito Brasil.

Você tem visto alguma coisa do Brasil nas semanas de moda lá fora?
Eu não acredito que as pessoas realmente viram o que o Brasil tem a oferecer com moda. Infelizmente, eu mesma não conheço tantas marcas. Sigo algumas nas redes sociais, como a Schutz. Estou aproveitando o tempo no Brasil para visitar algumas lojas. E estou aprendendo sobre os estilistas brasileiros. Espero que, de alguma maneira, possa escrever sobre eles em meu blog, como os novos nomes.

E conhece alguma marca?
A única que conheço é a Osklen. Estou animada para ir a todos os desfiles que puder. Agora vou para a Lollita. O outro é Giuliana Romano.

Você acredita que o futuro da moda está nas parcerias de blogueiros, trendsetters e influenciadores? Parcerias com grandes marcas é uma saída?
Logo que cheguei ao Brasil vi uns cartazes de Donatella Versace, e uma propaganda em uma revista. Perguntei à equipe que está me acompanhando aqui, e me falaram que é uma grande colaboração de uma marca (de fast-fashion). É uma coisa muito legal.

Você vai lançar uma coleção própria. Como é sair da zona de conforto, e sair do virtual?
Às vezes, não sei o que estou fazendo, tudo é uma experiência nova, pois nunca fiz e-commerce. Meu namorado está comigo e ele cuida da parte de negócios, produção. Eu, mais a parte criativa… de como serão as estampas. As inspirações são – claro – o streetwear, o que vejo nas revistas, vai ser basicamente isso.

Qual sua aposta para a próxima temporada?
Para mim, tudo tem a ver com simplicidade. Acho que é a parte mais legal e elegante de quando estamos nos vestindo. Moda fácil, elegante, mínima, algo mais clássico, versátil. Definitivamente: peças usáveis no dia a dia.