Beef Wellington - Foto: Divulgação
Beef Wellington – Foto: Divulgação

Por Roberta Lowndes

Estou imbuída do espírito da cozinha inglesa vendo o divertido movimento do chef Gordon Ramsay na semana que ele criou comemorativa do Beef Wellington nos seus restaurantes, onde ele lançou o desafio do faça o seu beef wellington, #showmeyourwelly, ou seja, me mostre o seu welly.

Adorei o apelido carinhoso de “welly”, que faz do icônico prato com nome respeitoso “Sir” nos dar a intimidade de um “parça”.

O festejado prato foi criado em comemoração ao primeiro duque de Wellington, Arthur Wellesley, e sua vitória na Batalha de Waterloo em 18 de junho de 1815. Pelo menos, assim conta a história.

Enquanto isso, também se pensa que o prato pode ter se inspirado no favorito francês “filet de bœuf en croute”.

Assim como as variações de versões sobre o fato, temos as várias receitas.

A clássica é uma preparação em que o filé é revestido com patê de foie gras – ou uma pasta de fígado de pato ou ganso picado e/ ou duxelles – uma mistura picadinha de cogumelos salteados, cebola, cebolinha, alho e salsa. Que no final é embrulhado em massa folhada amanteigada e assado até dourar. Junto com os patês e duxelles, outras variações incluem camadas de presunto cru ou crepes de ervas, mostarda e rabanete.

É um prato emocionante: vem à mesa lindo, em uma crosta de massa folhada perfeitamente dourada e, quando é feito o primeiro corte, a carne impecável no ponto correto aparece vermelhinha dentro daquela massa crocante guardando todo sabor e umidade do assado.

Fiquei com vontade de fazer também. Vi ainda algumas outras versões que fiquei com água na boca, com cordeiro, vegetariana, porque não, ou mesmo a que vi num programa do masterchef com lagosta.

Vamos entrar na brincadeira. Vou dar a receita original do mestre Gordon Ramsay e, para facilitar, o link do vídeo com ele mão na massa.

Ahhh… O chef liberou fazer uma versão doce. Então dê asas a sua imaginação.

Se publicar com a rashtag #showmeyourwelly, você ainda pode ganhar uma aula em um dos restaurantes dele no mundo. Uma ótima desculpa p viajar rsrs…. Adoro!

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Ingredientes
400g filetes de carne
Azeite, para fritar
500g mix de cogumelos silvestres limpos
1 raminho de tomilho, só as folhas
500g de massa folhada
8 fatias de presunto de Parma
2 gemas de ovo, batidas com 1 colher de sopa de água e uma pitada de sal
Sal marinho e pimenta preta moída na hora

Modo de preparo
Sele rapidamente os filés em uma panela quente com um pouco de azeite por 30 a 60 segundos, até que fiquem dourados e crus no meio.

Retire da panela e deixe esfriar.

Pique os cogumelos e frite em uma panela quente com um pouco de azeite, as folhas de tomilho, sal e pimenta. Quando os cogumelos começam a liberar seus sucos, continue a cozinhar em fogo alto por cerca de 10 minutos, até que todo o excesso de umidade tenha evaporado e você fique com uma pasta de cogumelos (conhecida como duxelle). Retire o duxelle da panela e deixe esfriar.

Corte a massa folhada ao meio, coloque em uma superfície levemente enfarinhada e abra cada pedaço em um retângulo grande o suficiente para envolver um dos filés de carne. Esfrie na geladeira.

Coloque uma grande folha de filme plástico em uma superfície de trabalho e coloque 4 fatias de presunto de Parma no meio, sobrepondo-as ligeiramente, para criar um quadrado. Espalhe metade do duxelle uniformemente sobre o presunto.

Tempere os filés de carne e coloque-os em cima do presunto coberto com cogumelos. Usando o filme plástico, enrole o presunto de Parma sobre a carne, em seguida, enrole e amarre o filme plástico. Repita este passo com o outro filé de carne, em seguida, deixe esfriar por pelo menos 30 minutos.

Pincele a massa com os ovos batidos. Retire a carne do papel filme, em seguida, enrole a massa em volta de cada filé ainda embrulhado no presunto. Apare a massa e pincele com os ovos. Cubra com película aderente e leve à geladeira por pelo menos 30 minutos.

Tire os filés envoltos na massa da geladeira e pincele com os ovos novamente, em seguida, asse no forno a 200 °C por 15-20 minutos, até que a massa esteja dourada e cozida. Descanse por 10 minutos antes de servir.

Leia também:
Você está jogando fora a melhor parte do abacate
Nutella: dois endereços para comer a delícia italiana em São Paulo