Foto: Shuterstock

Presente durante todo o ano e ainda mais procurada em dezembro, a Euphorbia pulcherrima, conhecida também como Flor do Natal, ou bico-de-papagaio, é a favorita na composição da decoração para as festas de fim de ano por conta de suas cores vivas, características da época natalina, com vermelho, amarelo e verde.

A planta tem origem no México e é muito popular no Hemisfério Norte, onde floresce na época mais fria do ano, próximo ao Natal. Por isso, ela começou a ser relacionada às festas. Aqui, na América Latina, o desabrochar acontece naturalmente entre junho e setembro, mas a tecnologia já permite a saúde da espécie em dezembro, quando o clima está mais quente.

Por ser mais adaptada a temperaturas mais baixas, pode ser mais fácil encontrá-las em locais mais frios do Brasil, como em floriculturas de São José dos Pinhais e em outras partes do Sul do país, mas, graças ao estímulo artificial que os produtores fazem, também é possível ter a espécie em estados do país que têm o clima mais quente.

Cultivando a Flor do Natal em casa

Onde plantar

Essa planta cresce bastante e pode chegar até a três metros de altura. Portanto, o chão é o local ideal para ela, já que a Flor de Natal, originalmente, tem o formato de arbusto, com raízes mais profundas. Caso opte por vasos, escolha os espaçosos, para que a planta consiga se desenvolver bem.

Quantidade de água

Além do sol, a planta gosta também de terra moderadamente úmida. Então, se, ao colocar o dedo na terra, o dedo sair limpo e seco, é hora de regar. Mantenha o solo sempre umedecido, mas não encharcado, pois o excesso de água favorece a reprodução de fungos que podem matar a flor.

Preparação do solo

A bico-de-papagaio precisa de terra com muita matéria orgânica, isto é, com bastante adubo. Para obter uma mistura de terra e adubo que seja eficiente, é necessário seguir as instruções do fabricante do produto em lojas especializadas.

Manutenção da planta

É necessário ter atenção ao aspecto das folhas. Caso haja pragas, o ideal é utilizar inseticidas orgânicos, que são eficientes contra os organismos que fazem mal à planta, sem causar danos a ela.

Caso as folhas deixem de estar avermelhadas, ou se apresentem murchas, é preciso observar se o local onde ela está plantada não é escuro ou úmido demais. Geralmente, o aspecto não saudável está ligado à falta de sol, ou à exposição a geadas, que também danificam a Flor do Natal.