Está no ar a segunda etapa de arrecadação de doações do projeto “Mulheres da Terra”, que tem como madrinha a übermodel Gisele Bündchen. A intenção é reverter doações em cestas básicas com alimentos, produtos de higiene, máscaras (confeccionadas sob encomenda pelas costureiras dessas comunidades) e álcool em gel para comunidades afetadas pela pandemia da Covid-19 e, reforçada, pela crise econômica.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

A campanha pretende oferecer 450 cestas básicas por pelo menos três meses (1350 cestas do todo, arrecadando o montante de R$ 160 mil). As comunidades beneficiadas estão situadas em áreas de vulnerabilidade social e severamente afetadas pela pandemia do novo coronavírus, localizadas em Caruaru (PE), Arraial D’ajuda (BA) e Serra da Guia (SE).

Estas comunidades são lideradas por mulheres parteiras que tem dedicado suas vidas às pessoas que as cercam e, agora, necessitam de apoio. As doações nacionais podem ser feitas por meio do Catarse e as internacionais (com apoio da ONG Rise up and Care) por meio do site womenofearthfilm.com/donate.

CESTAS ESSENCIAIS
Alimentação básica (com arroz integral, feijão, fubá, café, macarrão, molho de tomate, atum, óleo, farinha, leite e aveia); Material de limpeza (com máscaras de pano, álcool, detergente, água sanitária, esponja lã de aço, papel higiênico, sabão em pó e sabão pedra); KIT COVID-19 (com álcool gel, sabonete líquido e máscaras).


MULHERES DA TERRA
Rede de mulheres que promove trocas de saberes ancestrais e contemporâneos, cujo objetivo é fortalecer a autonomia desses povoados e promover ações de educação em saúde, cultura, direitos em diversas comunidades do Brasil. O projeto foi inspirado a partir da filmagem do documentário “Mulheres da Terra” (dirigido por Isadora Carneiro, Mayara Boaretto e Katia Lund), focado na experiência de três mulheres que estão na linha de frente e são retratadas no longa: Jaçanã, da Bahia, mamãe Zezé, de Pernambuco, e Zefa da Guia (líder quilombola no Sergipe).