Marque este nome: Anna Calvi. A cantora e compositora britânica é a grande promessa musical do momento e com apenas um álbum lançado, já é comparada a artistas como Patti Smith e PJ Harvey.

Anna Calvi nasceu em 1982, em Londres, filha de pai italiano. Tendo nascido com problemas de saúde, passou seus primeiros três anos de vida, praticamente o tempo todo no hospital, algo que incentivou a artista a criar seu próprio universo.

Com um pai aficionado por musica, Anna teve contato com os mais diversos estilos musicais desde a infância e aos oito anos de idade, já começou a tocar guitarra. Logo que terminou a escola, se formou em música pela Universidade de Southampton e já começou a compor suas próprias canções.

Desde então, Calvi formou algumas bandas que não chamaram tanta atenção, até conhecer o multi-instrumentista Mally Harpaz e o baterista Daniel Maiden-Wood, com que formou sua banda atual.

Em um dos primeiros shows, Anna Calvi chamou a atenção do produtor de trilhas sonoras Bill Ryder-Jones, que insistiu para que o dono da Domino Records, Laurence Bell, trouxesse a banda para o selo. Ainda nesta época, Anna Calvi recebeu o apoio da lenda da música Brian Eno, que acabou virando seu mentor não-oficial.

Em 2010, Calvi abriu shows do Interpol e do Artic Monkeys, para lançar seu álbum homônimo em 2011, que foi super bem recebido pela critica e abriu caminho para ser nomeada a um Mercury Prize.

Conhecida por sua performance intensa, Calvi também despertou o interesse da turma da moda. Ela foi convidada para tocar em um jantar da Gucci durante a semana de alta costura de Paris e logo depois foi procurada por Frida Giannini, que selecionou peças para a cantora vestir em sua turnê nos Estados Unidos em maio. Karl Lagerfeld também já se disse fã da cantora e fotografou Calvi para o catálogo de outono 2011 da Maison Michel.

Com influências que vão de Edith Piaf a David Bowie, vale a pena guardar o nome da moça. E se você ainda não conhece o trabalho de Anna Calvi, confira estes dois vídeos gravados em sua última turnê. Vale o clique