Mulheres que inspiram: criadoras da Holistix movimentaram o mercado de wellness brasileiro
Nathalia Simões e Nicole Vendramini – Foto: Divulgação

Você provavelmente já cruzou com os conteúdos ou produtos da Holistix pelas suas redes sociais. Isso porque a plataforma, que incentiva rotinas reais e pequenos hábitos saudáveis, conquistou influenciadoras e especialistas de beleza com seus lançamentos até então pouco conhecidos pelos brasileiros, como o raspador de língua, o golden milk e o uso da escova seca.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Por trás da marca estão duas amigas: Nathalia Simões e Nicole Vendramini. Ambas moravam na Espanha quando decidiram abrir seu negócio inspiradas nos estudos que vinham fazendo sobre ayurveda e os benefícios que trouxeram para sua vida. Antes da Holistix, Nathalia trabalhava na área financeira, enquanto Nicole havia passado por grandes indústrias de bens de consumo, incluindo Nestlé e Unilever.

“Criei um projeto, que começou com criação de conteúdo, para mostrar minha visão sobre saúde e rotina. Sentia que era um universo muito marcado por nutricionistas ou médicos dizendo coisas extremas ou que as pessoas não entendiam. Quanto mais eu estudava, mais eu percebia que saúde não era sobre isso”, lembra Nicole, que criou um perfil em que ela não aparecia, mas que dava voz à rotina de outras mulheres. Foi então que, ao lado de Nathalia, decidiram monetizar o projeto através de produtos próprios.

Inspiradas no conceito de farmácias só de produtos naturais que existe na Espanha, as sócias perceberam que criar apenas um mercado de revenda de insumos não seria suficiente e passaram a estudar quais produtos seriam interessantes, relacionados a mini hábitos e com valor agregado para o Brasil. E assim se uniram e se dividiram: Nathalia mais envolvida com a parte financeira, como logística e investimento, e Nicole com desenvolvimento de produto e criação de conteúdo.

Quando perceberam que a marca estava bem encaminhada, a dupla decidiu voltar ao Brasil com o interesse de se tornar referência no mercado de wellness. No início do caos da pandemia e com Nathalia grávida de oito meses, as sócias enfrentaram poucas e boas para conseguir desembarcar por aqui.

“A mudança da Nicole ficou presa no porto de Santos por meses, porque a empresa responsável fechou na Espanha. As coisas começaram a fechar na Europa e meu marido me aconselhou a adiantar meu vôo do final para o começo de março. Estava achando um exagero, mas não conseguia falar com nenhuma companhia aérea. Vim sozinha, com barrigão, minha filha de dois anos, uma gata e oito malas”, lembra Nathalia.

“Ficamos desesperada, a bolsa caindo e estávamos fechando uma rodada de investimento. Teve gente que saiu e acabou não investindo, só que já estávamos aqui e nossos maridos já haviam pedido demissão. Foi uma loucura, mas sobrevivemos.”

Os produtos

“Mais do que olhar mercado, a gente olha para as categorias e sabe mais ou menos que tiros dar, o que está crescendo, mas fomos um pouco na intuição de o que nós, como consumidoras, queria estar tendo acesso. Pensávamos que estando na Espanha tínhamos acesso a muitas coisas que no Brasil não teríamos e que tinham pessoas na mesma situação. Sempre pensamos no que é importante falar dentro do contexto do que o público está precisando, o que nós como empresa podemos buscar com especialistas e trazer a informação correta como solução”, explica Nicole sobre a decisão dos produtos.

A dupla explica que, depois de verem projetos das grandes indústrias caírem por terra por uma possível falta de público, decidiram fazer o caminho contrário: descobrir os problemas que as pessoas enfrentam e apresentar uma solução, mesmo que ela não seja conhecida pelo grande público. Foi o caso do primeiro lançamento da Holistix, o raspador de língua, hábito de wellness até então pouco difundido na cultura ocidental.

“A nossa comunidade nos dá um guia com indicadores muito fortes de onde estão as dores dos nossos clientes, que necessidades precisamos atender. Nos ajuda a criar cada vez mais produtos melhores”, explica Nathalia sobre como a análise de conteúdos curtidos e salvos nas redes sociais funciona como um guia para a empresa.

E foi com a intenção de oferecer um lifestyle mais saudável e depois de vivenciar rotinas insanas em trabalhos anteriores que as sócias sempre levam discussões de como seguir para dentro da Holistix.

“Não queremos abrir mão de nenhuma ambição ou objetivo profissional para ser saudável, não acreditamos que seja uma troca e, sim, que as duas coisas podem conviver e se retroalimentar. Será que se fizermos menos reuniões não teremos mais clareza mental para tomar melhores decisões? Alinhamos nossa agenda ao ciclo circadiano e sabemos que neste as pessoas estão mais dispostas e fisicamente prontas para fazerem trabalhos mais difíceis, então queremos que elas matem as prioridades para depois fazer reuniões”, explica Nicole.

Produção de conteúdo

“Temos consciência da produção desse conteúdo e entendemos que ele não é só nossa comunicação, ele faz parte do nosso modelo de negócio. Acho que diferente de marcas grandes, em que o conteúdo é o marketing, para a gente, o conteúdo é tudo. Nossos produtos não funcionam sem um conteúdo bem feito, senão as pessoas não sabem como usar”, explica Nicole sobre a importância do trabalho que criaram tanto nas redes sociais, quanto no site e com a newsletter.

Apesar de existir um time responsável por essa criação, a empresa toda dá ideias de assuntos que acham que devem ser abordados ou não. A vivência de cada um funciona como base para o que depois enriquece seu conteúdo. “Não existe uma fórmula pronta, é uma coisa do dia a dia”, acrescenta Nicole.

E, com uma fórmula que está dando certo – a marca reúne mais de 112 mil seguidores no Instagram e com 46% de crescimento mensal no primeiro semestre de 2020 -, as sócias mostram que não vieram para brincar: “Nós queremos ser a marca de wellness do Brasil, ou seja, sempre que uma pessoa falar esta palavra, as pessoas lembrarem da Holistix. Realmente ser essa referência, esse portal que traz muita credibilidade, uma fonte de aprendizagem sobre bem-estar. Queremos tornar o wellness mais palpável”, finaliza Nathalia.