Foto: Divulgação

A Dior expande o escopo de seu programa de orientação para mulheres em parceria com a UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. A marca se une à Global Education Coalition e abre o programa “Women @ Dior” para 100 estudantes da Nigéria, Gana, Tanzânia, Jamaica, Paquistão, Filipinas e Sri Lanka.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

A Dior é a primeira maison a aderir à iniciativa, que oferece às alunas desfavorecidas a oportunidade de receber uma educação focada na inclusão. A expansão do programa é particularmente importante por conta pandemia do COVID-19, que prejudicou o acesso das jovens à educação, segundo a marca.

“Estamos orgulhosos de atuar nos momentos mais importantes da história das mulheres. À medida que novas ondas de feminismo continuam ganhando força, estamos determinados a fazer a diferença”, diz Emmanuelle Favre, diretora de recursos humanos da Dior.

As 100 alunas selecionadas em parceria com a UNESCO vão receber orientação de um funcionário da Dior e seguir o programa educacional de 10 meses. Elas receberão treinamento idêntico aos 500 participantes já selecionados para o programa deste ano.