Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O fashion film desta semana é “Dior e Eu”, que conta a história da estreia do estilista Raf Simons à frente da maison. Raf é um couturier tímido e extremamente talentoso. O belga entrou na Christian Dior em 2012, e o documentário mostra a trajetória do seu primeiro desfile na alta-costura. Desde o processo criativo até o show, o estilista se mostra ansioso. O trabalho e esforço de Raf é evidente durante a obra, e emociona.

O desfecho de “Dior e Eu” é surpreendente, e é um resultado necessário para todo amante da moda ver. Três anos depois, ele pediu demissão de um dos postos mais requisitados da indústria – e de cabeça erguida. Hoje, o estilista é diretor criativo da Calvin Klein.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O documentário, dirigido por Frédéric Tcheng, também fala sobre a história da maison e do próprio Christian Dior. Sua infância e seu trabalho são destrinchados, e a pessoa que não é fashionista consegue entender o que torna o couturier tão importante e revolucionário na indústria da moda.

Foto: Reprodução/IMDb
Foto: Reprodução/IMDb

O mais interessante de “Dior e Eu” é ver como um estilista, considerado gênio pelo mundo da moda, é humano. Raf Simons, perfeccionista, checa cada peça final, cada costura e cada detalhe. A maneira como o belga respeita seus funcionários, que trabalham na maison há muito mais tempo do que ele, é impressionante. O filme é um must.

Leia mais:
Fashion film da semana: “Yves Saint Laurent”
“Coco Antes de Chanel”: tudo sobre o fashion film da semana
Charles Frederick Worth: conheça o criador da alta-costura