Especial Pirelli 2020: conheça Yara Shahidi, atriz e ativista que conquistou Michelle Obama

A atriz é referência para discussões políticas e representativas

by Marcela Palhão
Foto: Divulgação/Alessandro Scotti

Foto: Divulgação/Alessandro Scotti

Você com certeza já cruzou com alguma imagem de Yara Shahidi em redes sociais e revistas de moda. E se ainda não conhece o sorriso encantador e jeito meigo da atriz de 19 anos, vai poder vê-la entre o casting do calendário Pirelli 2020. Uma das maiores promessas da televisão norte-americana, Yara tem se destacado por não ter medo de manifestar suas opiniões sobre política, igualdade e representatividade. 

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

O primeiro grande trabalho como atriz de Yara foi o filme “Imagine Só”, em 2009, em que interpretava a filha de Eddie Murphy, uma criança com imaginação fértil. Mas só através da série “Black-ish” que o mundo começou a perceber a genialidade de Yara. Na produção, ela interpreta Zoey Johnson, a filha mais velha de um casal afro-americano – interpretados por Anthony AndersonTracee Ellis Ross – que enfrenta questões sociopolíticas por ser uma família negra inserida no universo da classe média-alta.

Foto: Arquivo Harper's Bazaar

Foto: Arquivo Harper’s Bazaar

A série foi tão aclamada pelo público e pelos críticos – tendo a família Obama como fã -, que ganhou um spin-off chamado “Grown-ish” e protagonizado por Yara. Nessa produção, sua personagem vive novas aventuras ao entrar na faculdade. A ficção não está tão longe da realidade, já que a própria atriz foi aceita por oito grandes universidades pelo mundo. A escolhida foi Harvard – Yara foi aceita na universidade com uma carta de recomendação de Michelle Obama -, onde irá cursar sociologia e estudos afro-americanos.

A jovem encanta ao mundo por, mesmo sendo bem nova, ter se tornado porta-voz de assuntos essenciais. Yara foi a criadora da plataforma “Eighteen x 18″, que incentiva jovens a participar das eleições norte-americanas – onde o voto é opcional. A iniciativa fez com que a atriz se tornasse referência quando o assunto é engajamento dos jovens, racismo estrutural, sexismo e classismo, sendo chamada por diversos eventos para palestrar.

Yara também ganhou destaque no mundo da moda, estampando diversas capas de revistas, incluindo a Harper’s Bazaar Arabia, e entrando para o clube de amigos da Chanel – usando um vestido de alta-costura da maison para cruzar o pink carpet do Met Gala. A atriz é um dos nomes da lista do Business of Fashion que indica as 500 pessoas mais influentes no mundo da moda a cada ano.

Yara usa essa atenção para, além de falar sobre as questões que acredita, incentivar a inserção de mais mulheres não-brancas em posições de destaque na mídia. Em março, a atriz chegou a ganhar sua própria versão da Barbie, como parte de um projeto que homenageia grandes mulheres. Por isso, vale a pena ficar de olho nos próximos passos de Yara.

Leia mais:
Especial Pirelli 2020: conheça Chris Lee, cantora chinesa que conquistou Riccardo Tisci
Especial Pirelli 2020: conheça Indya Moore, atriz transgênero de “Pose”
Especial Pirelli 2020: conheça Rosália, cantora que promove o feminismo
Especial Pirelli 2020: conheça Mia Goth, britânica que estrela o calendário

Tags: