Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma novidade muito chique nesta sexta-feira (12.04) no mundo da moda: o Christian Dior Museum, na Normândia, França, irá exibir a exposição “Grace of Monaco, Princess in Dior” a partir do dia 27 de abril. Serão mais de 85 vestidos do acervo pessoal da princesa Grace Kelly, homenageando a relação da fashionista com a maison. A mostra irá até o mês de novembro deste ano.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Foto: Reprodução/Harper's Bazaar Austrália
Foto: Reprodução/Harper’s Bazaar Austrália

A atriz iniciou sua carreira em 1954 no filme “Rear Window”, ao lado do diretor de cinema Alfred Hitchcock.

Quando entrou para a realeza monegasca, ela abusou dos modelos da maison francesa. Na sua festa de noivado, que aconteceu no Waldorf Astoria, em Nova York, Grace escolheu o modelo “Colinette”, criação da alta-costura de Christian Dior. E para seu casamento com o príncipe Rainier III em 1956, Grace optou o icônico modelo rendado com pala na cintura.

“A relação de Grace Kelly com a maison revela o posto fashion que a casa Dior ocupava naquela época”, disse o historiador de moda Florence Müller, que fez a curadoria da mostra, ao WWD. E para preparar a exposição, Müller pode entrar nos arquivos do palácio de Mônaco e descobriu que um terço das peças de Grace eram da Christian Dior.

Ainda segundo o historiador, Grace de Mônaco representou uma mudança de etiqueta no comportamento da realeza. Antes dela, princesas não saiam em público ou eram fotografadas por paparazzi. Uma verdadeira ruptura, graças à atriz de Hollywood.

Leia mais:
Royal: veja seis vestidos de noivas reais e se inspire
Neta de Grace Kelly é presença confirmada no gala da amfAR em São Paulo
Baile da Rosa vai beneficiar a Fundação Princesa Grace