Matilda Lanches – Foto: Reprodução/Instagram/@matildalanches

Por Ligia Kas, Marcela Palhão e João Victor Marques

Domingo é oficialmente o dia da preguiça. Por isso, nem sempre queremos nos aventurar na cozinha. Nada melhor do que apelar para os deliveries e pedir uma comida deliciosa para chegar prontinha na sua casa. Para quem tem dificuldade em selecionar qual a melhor pedida para a refeição, criamos uma lista com lanchonetes que servem hambúrgueres deliciosos em São Paulo.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Com opções para vegetarianos, veganos, amantes de carnes mais sofisticadas e curiosos em provar sabores diferentes, veja nossa seleção abaixo:

Matilda Lanches

Uma das empreitadas da chef Renata Vanzetto, o Matilda Lanches é uma lanchonete que convida a desacelerar o conceito de fast food. Com opções vegetarianas, veganas e para quem não quer fugir muito da sua dieta, o cardápio oferece uma gama de hambúrgueres, beirutes e sanduíches de frango.

Entre as opções, escolhemos o clássico X-Salada, feito com smash burguer, alface, tomate, queijo, picles e cebola roxa no pão brioche. Diferente dos principais hambúrgueres, o lanche do Matilda é leve, além de extremamente saboroso. Outra opção que vale a pena provar é o Crazy Crispy Chicken, sanduíche de frango crocante, maionese pink, picles de couve-flor e agrião tem um equilíbrio perfeito entre o frango frito e a acidez do picles.

Além das típicas batatas fritas, o Matilda revoluciona ao oferecer a opção de pedir seu lanche acompanhado de quiabo na chapa com molho missô. Não torça o nariz antes do tempo! Além da combinação dar certo, esta entrada é um dos pontos altos do restaurante. O pedido chegou em casa quentinho, crocante e muito bem organizado – até mesmo o milkshake estava gelado e cremoso. Para encerrar a refeição, bolinhos de chuva com gostinho de casa de vó acompanhados de doce de leite.

Doug’s Burguer

Foto: Divulgação

Na linha de hamburgueria vintage americana que traz aquele gostinho de infância misturado com quero mais, que todo mundo ama, o Doug’s surge como uma opção de ultra smash burger na cidade de São Paulo.

Com pão de fermentação lenta da Santo Pão – criado exclusivamente para a marca -, um blend especial e acompanhado de um queijo extracremoso preparado in house, o Doug’s é fruto de uma parceria entre as empresas + 55 Group – detentora das marcas Bagatelle, Santo Pão, burger joint e Bottega Bernacca -, e a Sounds Food – núcleo da holding UMAUMA especializado em gestão de bares e restaurantes.

Experimentamos duas opções do cardápio: Aquele Clássico e o Dougs. Sem dúvida, o lanche Dougs é o ponto alto da hamburgueria. Smash burger de qualidade, com molho e picles muito bem feito. A batata chegou bem crocante e saborosa. Vale muito a pena.

Osso Smash House

Foto: Divulgação

Domingo é dia de fugir da dieta e fui provar o hambúrguer do Osso Smash House, do chef peruano Renzo Garibaldi, especializado em smash burger dry-aged.

Escolhemos a criação do chef, o Tradicional Osso (Pão, 2 smash dry-aged, queijo, marmelada de bacon, maionese especial com picles), a batata frita artesanal e de sobremesa o brigadeiro em potinho.

O pão, bem macio, se encaixa perfeitamente com os demais ingredientes e dá para comer até o último pedaço sem que tudo se desmanche. A carne é saborosa, a textura um pouco diferente dos hambúrgueres tradicionais, mas muito gostosa.

A marmelada de bacon, com pequenos pedacinhos, traz uma doçura interessante ao paladar sem ser enjoativa e o sabor da maionese especial de picles é bem sutil, quase não se percebe. A batata frita é fininha e talvez pelo fato de ser delivery não chegou tão crocante, mas ainda sim muito boa.

A proposta do Osso Smash House é unir Smash Burger com as técnicas do dry-aged do Osso de Renzo e do Cór, restaurante pioneiro em maturação a seco de carnes, de Alexandre Mora, pai dos irmãos Guilherme e Gustavo Mora, que começaram o projeto aqui em São Paulo.

Koburger Hamburgueria

A KoBurger Hamburgueria estreou seu serviço de delivery durante esta quarentena. Já com diferenciais, a casa tem como algo especial burgers de wagyu (kobe) de qualidade maravilhosa.

Isso é possível devido ao fato dos sócios controlarem toda a cadeia de produção – do campo à mesa. Um deles, Henry Nakaya, é proprietário da Sakura Alimentos, criadora do rebanho de wagyu. Ele comanda o negócio ao lado dos empresários Gustavo Quattrone e Eduardo Cocco.

As receitas foram desenvolvidas pelo chef Thiago Gil, que reúne experiências no exterior. Todos os molhos/condimentos são de fabricação própria, preparados com ingredientes simples e frescos.

Experimentamos dois lanches: KoBurger, com burger 100% Kobe no pão de brioche; e o Chef´s KoBurger, burger 100% Kobe, maionese da casa, cebola caramelizada, queijo prato, alface, cebola roxa, bacon crocante e molho barbecue no pão brioche. Este segundo é o carro chefe da casa e entendemos o porquê. Muito delicioso, o lanche mescla o melhor que se tem do mundo das carnes e dos queijos e recebe um toque especial com o mix de cebola roxa e caramelizada. Vale muito a pena.

O ponto alto também são as batatas, que chegaram super crocantes, graças a uma embalagem cheia de furos, que não deixou que elas suassem. O mais maravilhoso são os molhos que acompanham as batatas – mostarda e mel e bacon são os melhores.

Heavy Sauce

Foto: Divulgação

Comer um hambúrguer e as fritas da Heavy Sauce é uma experiência única. Saborosos e crocantes, a degustação proporciona uma deliciosa oportunidade para os amantes dos sanduíches – lanches e molhos suculentos são destaque do menu com pegada despojada e ingredientes de alta qualidade.

“Nossa premissa básica é servir nossos clientes com receitas que sejam gostosas, intuitivas e que abracem nosso cliente levando um pouco do amor da Heavy até ele, nosso ingrediente especial”, comenta Saulo Henrique, sócio proprietário do Heavy Sauce.

Quem comanda a cozinha da Heavy Sauce é o chef Bruno Linares, com mais de 10 anos de experiência no universo gastronômico. O grande sucesso do cardápio é o Heavy Chicken, feito de sobrecoxa crunchy com os molhos heavy sauce e heavy mayo, alface, tomate e picles de cebola no pão de batata (R$ 28). Outros destaques do menu são as Guaca Fries, uma combinação de fritas, guacamole, coalhada e tomate picado (R$ 20); o Heavy Pork, o lanche de pernil fica marinando em um brine de especiarias e mel por 48 horas e em seguida é assado por 10 horas (R$ 26); e o Bacon Burger, blend da casa, cheddar, bacon e molho BBQ da casa, no pão de batata (R$ 30). Como sobremesa, a dica é o Bolo de Coco gelado, da Boloteca, casa de bolo local de pinheiros e parceira da casa (R$ 12).

Nós provamos o Bacon Burguer, que chegou intacto e suculento. O molho da casa é algo realmente especial e dá para se lambuzar à vontade, como pede uma boa mordida em um hambúrguer. Vale a pena, pode apostar.

Seven Guys Burger

Foto: Reprodução/Instagram/@burger.sevenguys

Aberta em plena pandemia, a Seven Guys Burguer foi inspirada na rede norte-americana Five Guys e tem como objetivo oferecer lanches de qualidade a preços competitivos. Com carne 100% Angus, cada lanche é inspirado na culinária de um país. Por aqui, os escolhidos foram Inglaterra (hambúrguer com o mix seven cheese, bacon, cebola caramelizada, molho barbecue, maionese da casa e brioche de batata) e México (hambúrguer, seven cheese, cebola crocante e molho apimentado seven chili).

Para quem gosta de pimenta, o México é uma excelente pedida. Para quem prefere não fugir muito do tradicional, o Inglaterra reúne elementos que fazem parte do universo dos hambúrgueres. Os ingredientes têm qualidade excelente, as batatinhas chegam crocantes e quentinhas e o milk-shake de Nutella é delicioso.