Foto: Divulgação/Louis Vuitton
Foto: Divulgação/Louis Vuitton

O tradicional projeto “Objets Nomades”, da Louis Vuitton, é conhecido por celebrar o design inovador ao redor do mundo. Desde o seu lançamento, em 2012, a coleção de móveis e luminárias inspiradas na longa história da maison francesa quando o assunto é bagagem tem crescido ano a ano, com itens como a rede de couro do Atelier Oï, a bandeja dobrável India Mahdavi e os sofás esculturais dos irmãos Campana.

Para a edição 2019 do Salone del Mobile, que acontece em Milão, os escolhidos para estreia como parceiro é o duo de designers Zanellato/Bortotto, formando por Daniele Bortotto e Giorgia Zanellato. Há também oito novas peças de antigos parceiros como a Raw Edges, os irmãos Campana, India Mahdavi e Marcel Wanders.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Foto: Divulgação/Louis Vuitton
Foto: Divulgação/Louis Vuitton

O resultado da colaboração de um ano com Zanellato/Bortotto é um biombo dramático feito de três círculos de metal sobrepostos sobre uma base de mármore, e trançado com tiras de couro Louis Vuitton em tons de cinza, rosa e azul, evocando a reflexões do nascer do sol em uma lagoa veneziana. O nome da obra, “Mandala Screen”, faz referência ao universo no budismo e do hinduísmo.

Leia mais:
Louis Vuitton revela novos “Objets Nomades” em Milão
Alta-joalheria da Louis Vuitton garante brilho extra
10 coisas que amamos do inverno 2019 da Louis Vuitton