Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Breakfast at Tiffany’s – e jantar na Louis Vuitton?

O grupo LVMH segue se aprofundando nos negócios de hospitalidade e anuncia a abertura do primeiro café e restaurante da marca Louis Vuitton, em sua nova boutique em Osaka, no Japão.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Michael Burke, presidente e CEO da Vuitton, confirmou o projeto ao WWD e deu a entender que outros restaurantes e até hotéis podem estar na mira da expansão da marca.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Já arquiteto Peter Marino, que cria lojas para Vuitton, Dior e outras marcas de luxo, disse ao WWD que projetaria a primeira filial parisiense do Langosteria, um restaurante de frutos do mar sofisticado em Milão, popular entre o público da moda. Ele estará localizado no sétimo andar de La Samaritaine, a principal loja de departamentos que deve reabrir em abril como uma vitrine para os negócios da LVMH, incluindo o hotel Cheval Blanc, também projetado por Marino.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Le Café V estará localizado no último andar da nova maison de Osaka da Louis Vuitton, de quatro andares, com um menu do famoso chef japonês Yosuke Suga. Um bar adjacente e um terraço de tamanho generoso fazem parte da planta. Ao lado do bar, estará o Sugalabo V, servindo apenas jantar para alguns sortudos, por meio de uma cozinha aberta espelhando da filial de Sugalabo em Tóquio.

A boutique, em um novo prédio do arquiteto Jun Aoki, será inaugurada em 1º de fevereiro de 2020, enquanto os restaurantes começarão a servir em 15 de fevereiro.

Leia mais:
Louis Vuitton tem o segundo maior diamante bruto do mundo
Léa Seydoux: estilo da atriz francesa é referencia em elegância
Emma Stone protagoniza o verão 2020 da Louis Vuitton