Foto por @pupindeleu e stylist de @anaparisi

“Fui muito feliz grávida. É um momento que eu me lembro com muita alegria”. É assim que Luiza Possi resume sua primeira gravidez. Mãe do pequeno Lucca, de um ano, a cantora está atualmente no elenco do quadro Dança dos Famosos do Domingão do Faustão e contou sobre o desejo de engravidar novamente.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

“Quero ter outro filho assim que acabar o Dança dos Famosos”, contou à Bazaar, revelando detalhes de como se sentiu na sua “primeira viagem”. “Não enjoei, tinha muita energia. Fiz shows, sai em turnê, viajei”, lembra.

Com um pouco mais de um ano depois da maternidade, Possi se aventurou na maratona do quadro de competições de dança e entende que foi um momento de se reconectar com ela mesma. “O ponto em comum entre a dança e a maternidade é que, quando você é mãe, sua vida sai um pouco do eixo. Seu eixo vira algo fora de você. Dançar é uma maneira de reconectar todo o seu corpo de novo”, completa.

A rotina é intensa: um ritmo por semana, quatro ensaios espalhados durante os dias em São Paulo e gravação toda sexta-feira. Seu parceiro de programa, o dançarino Daniel Norton, foi “match” logo de cara. “Nos damos superbem, somos dedicados”, conta ela, afirmando que a parceria é boa. “Somos perfeccionistas.”

Veja abaixo a entrevista na íntegra com a cantora Luiza Possi

Foto por @pupindeleu e stylist de @anaparisi

Harper’s Bazaar – Antes da gente falar sobre o Dança dos Famosos, qual sua relação com dança?
Luiza Possi – Eu comecei a dançar com dois anos, fazendo ballet. Mas sabe quando você sempre se sente o patinho feio? Sempre fui muito esforçada, mas não me sentia correspondida pela dança – apesar de gostar muito. Foi assim por muito tempo: já tive diretor que falou que eu não tinha talento para isso, que era para eu desistir. Com quatro anos, ouvi de um diretor que eu tinha que emagrecer quatro quilos para ter o papel principal. Minha relação com a dança é algo que eu amo muito, mas acho que preciso encontrar mais autoprazer e autoconfiança.

Você chegou a fazer algum outro estilo de dança, além do ballet?
Já fiz street dance que, na época, tinha esse nome. Trazendo a dança para o momento da minha vida, o ponto em comum entre a dança e a maternidade é que, quando você é mãe, sua vida sai um pouco do eixo. Seu eixo vira algo fora de você. A pessoa que você mais ama vira outra pessoa. Então, até seu corpo se reconectar demora um tempo. Dançar é uma maneira de reconectar todo o seu corpo de novo. A pele que habito, sabe? Recuperar seu lado como mulher, ser humano, corpo.

Como foi a preparação para você entrar na Dança dos Famosos, depois da maternidade?
Já estava fazendo eletroestimulação, que é algo que amo e gosto muito de fazer. Me mantém em um shape legal. Gosto da academia também, mas menos. Minha preparação depois da maternidade foi voltar a fazer isso, mas não pensava que estaria no Dança dos Famosos.

E vocês começaram a ensaiar quando?
Começamos a ensaiar em meados de agosto, salvo engano. Por aí! Ensaiamos em São Paulo mesmo. São quatro ensaios por semana, ao longo da semana, e gravamos toda sexta-feira.

E como foi sua relação com o Daniel Norton, seu professor no programa, logo de cara?
A gente se deu superbem logo de cara. Os professores falaram que ele estava bem a fim de ser meu ‘coach’. Fiquei feliz por isso. Somos dedicados e perfeccionistas. É uma parceria boa. Foi uma grande sorte.

Quando você recebeu o convite como você ficou em relação a pandemia do coronavírus, uma vez que você teria de sair de casa mais vezes ao longo da semana?
Dá um medinho, né? Mas tem uma coisa que na Rede Globo que é o padrão de qualidade, que eu pude ver desde sempre. Eu não poderia estar melhor cuidada. Faço dois, três testes de Covid-19 por semana. As pessoas em volta de mim também, o Daniel também. A equipe toda aparamentada. Me sinto segura, sabe? Estou tomando todos os cuidados mesmo.

Maternidade

O Lucca está com um pouco mais de um ano. Como é que você enxerga esta mudança em você?
É uma mudança automática. Quando você recebe aquele bebê nos seus braços, a sua vida muda. Você nunca mais acorda da mesma forma. A primeira coisa que você pensa é sobre meu filho. Quando vai dormir, pensa nele. É uma mudança brusca e muito imediata.

Como foi seu pós-parto?
Os hormônios de todas as mulheres ficam bagunçados. Foi um momento de interiorizar e de criar um laço com meu filho que era uma oportunidade única. Os três primeiros meses são muito especiais por conta da amamentação, da presença 24 horas por dia, de estar grudado com a criança. Foi um momento que ouvíamos muita música. Dançava com ele. Tenho muita nostalgia deste período, dá muita saudade. Dá vontade de ter outro filho por conta destes meses.

Ia te perguntar isso, você quer ter outros filhos?
Quero ter outro filho assim que acabar o Dança dos Famosos. Quero ter mais filhos sim, quero que o Lucca tenho um irmão ou irmã de pai e mãe, mesmo ele já tendo um irmão só de pai. Quero colocar esta semente no mundo porque minha gravidez foi muito boa. Eu não enjoei, tinha muita energia. Eu malhava, pegava peso – com todas as recomendações médicas, claro. Fiz shows, sai em turnê, viajei. Fui muito feliz grávida. É um momento que eu me lembro com muita alegria.