Mulheres que Inspiram: Michelle Obama é a voz da educação e do trabalho voluntário

Ex-primeira-dama dos Estados Estados é símbolo de luta e inspiração

by Beatriz Poletto
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Muito antes de se tornar a primeira dama dos Estados Unidos, Michelle Obama já trabalhava em prol da comunidade. Formada em direito pelas universidades de Harvard e Princeton, a americana sempre teve a necessidade de acolher as pessoas carentes e acredita no poder do empoderamento feminino. Nesta segunda-feira (23.09), ela é a eleita da coluna “Mulheres que Inspiram“. A seguir, contamos um pouco mais de sua história.

Depois de se formar em direito em 1988, Michelle trabalhou como advogada na firma Sidley Austin, na área de marketing e propriedade intelectual. Em 1991, ela deixou o escritório de advocacia para começar uma carreira no serviço público dos Estados Unidos. Lá, ela trabalhava como assistente do prefeito Richard Daley e focava suas ações em prol da cidade de Chicago.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Em 1993, Michelle se tronou diretora executiva do Public Allies, um programa de liderança que ajuda jovens adultos a desenvolver carreiras no setor publico. Em maio de 2005, ela se tornou vice-presidente da comunidade e assuntos externos na Universidade de Chicago de Medicina. Ela também serviu como membro do conselho de Chicago e em assuntos globais.

Em janeiro de 2009, seu marido, Barack Obama, foi eleito o primeiro presidente negro da América. Em um feito histórico, a família que passou  a morar na Casa Branca, quebrando barreiras e dando esperança para as pessoas que achavam que nunca conseguiriam chegar em grandes postos.

Como primeira dama, Michelle focava no trabalho voluntário, ajudando pessoas em situação de rua, além de participar de palestras em escolas públicas para firmar a importância da educação e do trabalho voluntário.

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Michelle também se importa com a saúde e bem-estar. Por isso, ela apoia o movimento da comida orgânica, além de cuidar de sua família para que todos estejam bem e saudáveis.

Aos 55 anos, Michelle é um ícone fashion e uma ativista de respeito. Suas filhas,  Malia Ann e Sasha Obama, seguem os passos dos pais e são vistas com frequência ajudando a comunidade.

Entre seus livros, os mais famosos, “Becoming” foi lançado em 2018, “Amerrican Grown” em 2012 e “Michele Obama in Her Own Words”, de 2008.

Um dos maiores feitos de Michelle é o projeto “Let Girls Learn“, onde pessoas trabalham juntas para abrir as portas para a educação de meninas ao redor do mundo. Malala, que foi a mulher que inspirou esta coluna, é amiga pessoal da ex-primeira-dama e apoia seu projeto.

Michelle também mostra apoio a outros projetos, como o movimento “Me Too”. Segundo a americana,  importância das mulheres de permanecerem juntas e se apoiando é fundamental para as mudanças necessários ao redor do mundo.

Foto: Reprodução/Instagram/@michelleobama

Malia Ann, Michelle e Sasha Obama – Foto: Reprodução/Instagram/@michelleobama

Foto: Reprodução/Instagram/@michelleobama

Família Obama e Malala – Foto: Reprodução/Instagram/@michelleobama

Foto: Reprodução/Instagram/@michelleobama

Michelle e seu projeto “Let Girls Learn” – Foto: Reprodução/Instagram/@michelleobama

Leia mais:
Resumo fashion da semana: o que foi notícia em @bazaarbr 
Sophia Loren: sete fotos icônicas da italiana na Harper’s Bazaar
Especial Pirelli 2020: conheça Yara Shahidi, atriz e ativista
Karl Lagerfeld: relembre 10 momentos do gigante da moda
Mulheres que Inspiram: Preethaji prega a consciência coletiva do bem-estar