Vera Valdez usa jaqueta e calça Levi's, camiseta basico.com. tênis Converse e pulseira de mão Yeprem para Beatriz Wereb. Foto: Fabio Bartelt, edição de moda de Rodrigo Yaegashi, beleza de Helder Rodrigues e tratamento de imagem Doctor Raw

Vera Valdez usa jaqueta e calça Levi’s, camiseta basico.com. tênis Converse e pulseira de mão Yeprem para Beatriz Wereb. Foto: Fabio Bartelt, edição de moda de Rodrigo Yaegashi, beleza de Helder Rodrigues e tratamento de imagem Doctor Raw

Por Patricia Carta

Incrível em Qualquer Idade é a chancela mais importante da Bazaar, marca registrada que recheia as edições de maio e de outubro. E já que, em época ageless, todas as idades têm o seu valor, dedicamos as duas capas deste mês à new face Larissa Saldanha e a Vera Valdez, 82.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Vera Valdez usa jaqueta e calça Levi's, camiseta basico.com. tênis Converse e pulseira de mão Yeprem para Beatriz Wereb. Foto: Fabio Bartelt, edição de moda de Rodrigo Yaegashi, beleza de Helder Rodrigues e tratamento de imagem Doctor Raw

Vera Valdez usa jaqueta e calça Levi’s, camiseta basico.com. tênis Converse e pulseira de mão Yeprem para Beatriz Wereb. Foto: Fabio Bartelt, edição de moda de Rodrigo Yaegashi, beleza de Helder Rodrigues e tratamento de imagem Doctor Raw

Convenhamos, ser cool, bonita e ter sexy appeal depois dos 80 não é para qualquer uma. Essa é Vera! Cheia de personalidade, não recusa uma boa dose de whisky no café preto antes de começar a make-up, às 9h da manhã. Como hábito, diz que o único que mantém é o uso da maconha desde os 13. Ex-modelo e queridinha da Chanel, a atriz atua na peça “O Rei da Vela”, em cartaz no Teatro Oficina, em São Paulo. Extravagâncias e revelações sobre esta senhora mulher você encontra aqui.

Não menos interessantes são as demais personalidades mostradas ao longo das páginas. Estilos de vida cada vez mais simplificados valem consideração. Por exemplo, Inès de la Fressange, aos 61 anos, abriu mão do salto e reduziu consideravelmente o guarda-roupa.

A empresária Carol Andraus, 44, foi ainda mais radical. Passou de uma estrutura de 106 funcionários domésticos para apenas um e adotou um comportamento parecido com o californiano: alimentação saudável, caminhadas e yoga.

Larissa Saldanha usa vestido e gola Miu Miu e brincos H.Stern - Foto: Jacob + Carrol, edição de moda Filipa Bleck, styling Seppe Tirabassi, cabelo Takuya Sagawara e make Fumiaki Nakagawa

Larissa Saldanha usa vestido e gola Miu Miu e brincos H.Stern – Foto: Jacob + Carrol, edição de moda Filipa Bleck, styling Seppe Tirabassi, cabelo Takuya Sagawara e make Fumiaki Nakagawa

As atrizes Taís Araujo, 39, e Mônica Martelli, 50, sentem-se muito bem na própria pele e fazem sucesso nas telas e fora delas. A lista de mulheres bem-sucedidas não para aí! A estilista americana Cynthia Rowley, 60, que recentemente desfilou sua coleção de Primavera/Verão 2019 na semana de moda de Nova York, tem uma vitalidade de dar inveja. Além de tocar a própria marca, é envolvida com o mundo das artes, mãe de duas teenagers e surfista sempre que pode.

Mais um exemplo de mãe depois dos 40 é a também estilista Cris Barros. Prática, mudou provisoriamente o ateliê para dentro de sua casa, em São Paulo. Dessa forma, segue tocando a vida, enquanto amamenta e embala a pequena Gaia.

Larissa Saldanha usa vestido e gola Miu Miu e brincos H.Stern - Foto: Jacob + Carrol, edição de moda Filipa Bleck, styling Seppe Tirabassi, cabelo Takuya Sagawara e make Fumiaki Nakagawa

Larissa Saldanha usa vestido e gola Miu Miu e brincos H.Stern – Foto: Jacob + Carrol, edição de moda Filipa Bleck, styling Seppe Tirabassi, cabelo Takuya Sagawara e make Fumiaki Nakagawa

A nossa divergente lista de perfiladas nos ajuda a refletir sobre as mudanças de hábitos que acontecem em espaços de tempo cada vez mais curtos. Fica muito claro, e vale comemorar, que a busca pela juventude eterna caiu por terra. No momento em que diversidade e inclusão são as ordens do dia, passamos a aceitar nossos limites, inclusive os físicos, estéticos, e a respeitar os alheios.

Esconder a idade ou aparentar dez anos a menos faz cada vez menos sentido. Muito mais importante é nos aceitarmos e sermos felizes na pele que habitamos. Nada assim tão radical, sempre com direito a pequenos retoques. Afinal, os recursos estão aí para serem usados. E ninguém é de ferro!