Dois novos nomes reforçam ainda mais o time de colunistas da Harper’s Bazaar Brasil. São eles Antônio Isupério e Helena Vieira. Pensadores, intelectuais e ativistas os dois enriquecerão a Bazaar com suas posições, opiniões e análises. A ideia é construir perspectivas negras, trans, de inclusão, engajadas e que tenham relevância para a transformação social à qual nos comprometemos desde já. Estamos muito felizes em termos Antônio e Helena como colunistas, e Alexandra Loras como Sensitivity Reader.

Alexandra Loras – Foto: Reprodução/Instagram/@alexandraloras

Antônio Isupério é arquiteto há 16 anos e ativista LGBT+ antirracista desde 2015. Graduado em arquitetura pela Universidade Estadual de Goiás e com MBA em varejo pela FGV-SP, passou por empresas como Carlos Miele/M.Officer, onde foi responsável pela expansão da bandeira premium em todo Brasil. Posteriormente, na Marisa S.A., desenvolveu projetos de Arquitetura e Visual Merchandising incluindo a autoria do projeto flagship da marca em 2013. Sua pesquisa em Visual Merchandising desenvolvida no Fashion Institute of New York já foi apresentada em diversos eventos de varejo. Atualmente, mora e trabalha em New York e é diretor de relações internacionais do Retail Design Institute. É o responsável pelo projeto de tropicalização da Aeropostale em terras brasileiras.

Antônio Isupério – Foto: Acervo pessoal

Helena Vieira é pesquisadora, transfeminista e escritora. Estudou Gestão de Políticas Públicas na USP. Foi colunista da Revista Fórum e contribuiu com diversos meios de comunicação como “Revista Galileu”, “Cadernos Globo”, “Revista Cult” e “Blog Agora É que São Elas”, da Folha de São Paulo. Foi consultora na novela “A Força do Querer”, da Rede Globo. Recentemente, foi coautora dos livros “História do Movimento LGBT”, organizado por Renan Quinalha e James Green; ” Explosão Feminista”, organizado por Heloísa Buarque de Holanda; “Tem Saída? Ensaios Críticos sobre o Brasil”, organizado por Rosana Pinheiro Machado e ” Ninguém Solta a Mão de Ninguém: Um manifesto de resistência”, da editora Clarabóia. Dramaturga, fez parte do projeto premiado pela Focus Foundation na categoria Artes Cenicas”, da Brazil Diversity, em Londres, com a peça ” Ofélia, The Fat Transexual”. Desenvolveu, junto ao Laboratório de Criação do Porto Iracema das Artes, pesquisa dramatúrgica intitulada “Onde Estavam as Travestis Durante a Ditadura?”. Atualmente é assessora para a Cultura da Diversidade na Escola de Arte e Cultura Porto Iracema das Artes no Ceará.

Helena Vieira – Foto: Gui Gomes