Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O nome por trás da maison DiorChristian Diorestaria completando 115 anos nesta terça-feira (21.01).  O grande costureiro explodiu no cenário da moda parisiense com modelos que ignoravam as restrições da guerra e reintroduziam o romantismo à moda feminina. Seu sucesso, resultado da inovação de seus projetos e práticas comerciais, fez dele um dos designers de moda mais bem-sucedido do mundo. Seus projetos são usados ​​desde estrelas de cinema até pessoas do alto escalão da realeza, e seu legado continua a operar e liderar como uma vanguarda da indústria da moda.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM 

No dia em que Christian Dior soube pela primeira vez como seria sua vida, tinha apenas 14 anos. “Foi em 1919, em um bazar perto da minha casa, organizado para arrecadar fundos para os soldados”, escreveu ele em sua autobiografia, “Dior by Dior“. “Havia todo tipo de atrações e todos participamos delas. Eu me vesti de cigana, pendurei uma cesta no pescoço com fitas e vendia amuletos da sorte. À noite, quando as multidões estavam diminuindo, me encontrei ao lado do estande da cartomante. Ela se ofereceu para ler minha palma. ‘Você sofrerá pobreza’, disse ela. ‘Mas as mulheres têm sorte e, por meio delas, você obterá sucesso. Você ganhará muito dinheiro delas e terá que viajar bastante’”.

Dior e o New Look - Foto: Getty Images
Dior e o New Look – Foto: Getty Images

A partir daquele momento, Christian Dior se apegou ao misticismo que rodeia nosso mundo e com isso criou a maison Dior, cercada de referências e elementos que representam a vida do costureiro. E a tradição segue até os dias de hoje com simbologias e diversos significados escondidos nas coleções. Conheça alguns símbolos presentes nas peças da Maison:

A estrela

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Demasiadamente supersticioso, Christian Dior permaneceu fortemente ligado à estrela que pegou em uma calçada, pouco antes de aceitar a proposta de Marcel Boussac para fundar sua maison. Estampada, bordada ou transformada em uma joia, o símbolo é um verdadeiro amuleto da marca.

A estampa Pantera 

Foto: Cecil Beaton
Foto: Cecil Beaton

Mitzah Bricard, musa de Dior, usava um lenço com animal print amarrado no pulso, que foi adotado pelo costureiro como um toque animalesco em seu universo civilizado.

 O trançado de palha 

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Inspirado no espaldar das pequenas cadeiras douradas, no estilo Napoleão III, situados em seus salões de alta-costura, Dior fez uso recorrente deste padrão geométrico que resultou em um emblema da Dior.

As flores

Anel de ouro rosé com diamante e ametista, Christian Dior (preço sob consulta) - Foto: divulgação
Anel de ouro rosé com diamante e ametista, Christian Dior (preço sob consulta) – Foto: divulgação

Dior cresceu rodeado de flores no roseiral de sua mãe e dela herdou uma paixão botânica que, consequentemente e felizmente, trouxe para sua marca. Uma flor em especifico, lírio-do-vale, foi escolhida para acompanhar algumas modelos no primeiro desfile da marca, como um amuleto da sorte ou um memento da casa de Dior.

 Leia mais:
“Big Little Lies”: autora confessa que parte da trama é baseada na vida real
Lady Dior ganha novo visual na cruise 2020
Editorial: Silvia Braz passeia pelos jardins da Dior