Bruna Linzmeyer usa casaco Bobstore e sutiã Loungerie – Foto: Bruna Castanheira (Groupart MGT), edição de moda de Rodrigo Yaegashi, direção criativa de Camila Bossolan, beleza de Branca Moura (The Wall Group), tratamento de imagem de Helena Colliny, videomaker Marcello Musitano, agradecimento Galeria Rabieh, apoio 3T Locadora e manicure Esmalte & Estilo

O ano de 2020 afetou várias áreas da vida dos brasileiros, influenciando a maneira de consumir, se entreter e até as preferências para a alimentação. Com o intuito de entender as tendências quando o assunto é o que colocar no prato, foi lançada a pesquisa “Alimentação sob o olhar digital“, produzida pela BHB Foods e Suplementos, plataforma da consultoria Equilibrium Latam, com a Decode, ramo de inteligência de dados do grupo BTG Pactual.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

De acordo com o estudo, finalizado em outubro deste ano, foi possível mapear as cinco grandes tendências na alimentação da maioria dos brasileiros, por meio da coleta de dados digitais, como artigos de sites e blogs, menções nas redes sociais e pesquisas feitas no YouTube e no Google Brasil. O resultado foi a análise de mais de 83 mil posts e quase 20 mil matérias.

O levantamento mostrou que a dieta plant-based, os suplementos alimentares, a preferência pela proteína, a busca por produtos clean label e os alimentos indulgentes são as cinco maiores tendências de alimentação dos brasileiros, movimentando as práticas dos consumidores e sendo pontos que merecem a atenção da indústria alimentícia, prometendo crescer nos próximos anos.

Movimento alinhado com a sustentabilidade

O termo plant-based faz referência a uma dieta baseada em vegetais e alimentos integrais, além da diminuição de comidas industrializadas e refinadas dentro da geladeira.  O termo inclui vegetarianos, veganos e pessoas que desejam diminuir o consumo de carne, buscando uma vida mais saudável.

De acordo com a pesquisa, o volume de visualizações em vídeos sobre dietas plant-based cresceu três vezes nos últimos sete anos, sendo mais de 900 mil views em 2020. As informações sobre esse tipo de dieta é o tipo de assunto nos vídeos que mais engaja o público digital.

Ainda nessa linha, a pesquisa mostrou que outra tendência em alta é a busca por produtos clean label (em português, “rótulo limpo”), com um menor número de ingredientes e sem aditivos, acompanhando o movimento de uma dieta mais saudável e menos manipulada. O Brasil foi o terceiro país que mais buscou por produtos clean label no mês de setembro, com 12,2%.

Busca por saúde

Outras duas tendências alimentares entre os brasileiros é a busca por mais proteína nas refeições e o uso de suplementos alimentares, especialmente os esportivos. Apesar de o volume de visualizações de vídeos sobre proteínas no YouTube ter apresentado uma queda de 90% nos últimos quatro anos, a indústria ainda segue lançando produtos que remetem ao tema. Os suplementos também são um assunto já conhecido pelos brasileiros, e praticamente 60% estão atrás desse tipo de substância para ganhar massa muscular.

Antes de fazer uma nova dieta ou mudar a alimentação de maneira drástica, é muito importante consultar um profissional, como o nutricionista, que vai garantir que todos os grupos alimentares necessários estarão presentes na geladeira, evitando problemas de saúde a longo prazo.

Momento de pandemia

Em meio a um contexto tão complexo, os alimentos indulgentes, conhecidos como comfort food, ganham espaço entre os brasileiros. Seja uma comida com um teor mais alto de gordura, ou um prato que traz memórias afetivas, o alimento se torna uma fonte de conforto e felicidade, tão importantes durante esse momento. Receitas caseiras como bolo, torta e pudim foram os tipos mais procurados pelo público digital. A regra, entretanto, é ter bom senso para não prejudicar a saúde.