Frida Giannini em breve no Brasil - Foto: Getty Images
Frida Giannini em breve no Brasil – Foto: Getty Images

A diretora criativa da Gucci Frida Giannini e o presidente e CEO Patrizio di Marco chegam ao Brasil na próxima semana para inaugurar o primeiro museu temporário da marca no shopping JK Iguatemi, em São Paulo.

A exposição Gucci Museo Forever Now, com três semanas de duração, será aberta ao público no dia 29 de maio de 2014 e replicará o museu florentino da grife, espaço que incorpora sua filosofia “Forever Now”, um tributo à tradição da Gucci com foco no futuro da marca.

Em seguida, Frida Giannini viajará para o Rio de Janeiro, onde o Museu de Arte do Rio de Janeiro (MAR) irá recebê-la na sexta-feira (30.05) para uma conversa com Harper’s Bazaar, comandada pelo editor de moda da revista Sylvain Justum.

O principal tópico do bate-papo será Chime for Change, campanha global da Gucci, fundada por ela, Beyoncé Knowless-Carter e Salma Hayek Pinault, para levantar fundos e investir em projetos que melhoram as vidas de mulheres e meninas.

Boatos
Os boatos de que a designer estaria se despedindo do cargo de diretora criativa da grife começaram a surgir há alguns meses e, como era de se esperar, tudo não passou de conversas de corredor. Sem fundamento, a notícia ganhou forças e fez com que Frida se manifestasse em entrevista a um portal especializado em moda nesta sexta-feira (23.05).

“Tudo sempre foi uma mentira e François-Henri Pinault, do conglomerado Kering, da qual a Gucci faz parte, fez questão de vir até Roma para me contar o que estava acontecendo”, explicou Frida, que ressaltou também a preocupação de François com o trabalho dela na marca, que poderia ter sido afetado com os rumores.

Frida fez questão de dizer que o contrato com a Gucci acabou de ser renovado, ou seja, as especulações de que Riccardo Tisci, da Givenchy, ou que o estilista Joseph Altuzarra assumiriam seu lugar, são falsas.

“Tudo funciona harmoniosamente, no entanto, sabemos que o mercado passa por um momento delicado”, contou ela, que já ocupa a posição há dez anos. Se ela vai ficar para sempre? Ela não quer… “Se me perguntar se quero estar aqui quando tiver 60 anos, a resposta será não. Existe um momento da vida em que é preciso dar espaço para novos talentos e gerações”, finalizou. Pelo jeito esse momento não é agora…