Bianca veste casaqueto, R$ 11 mil, e saia,R$ 14 mil, Dior; anel de seu acervo pessoal e escarpins Viktor & Rolf - Foto: Harper´s Bazaar
Bianca veste casaqueto, R$ 11 mil, e saia, R$ 14 mil, Dior; anel de seu acervo pessoal e escarpins Viktor & Rolf – Foto: Harper´s Bazaar

por Ligia Carvalhosa | fotos Christian Maldonado | styling Lucas Boccalão | set design Tissy Brauen

Os traços são delicados e lembram uma pintura renascentista emoldurada por madeixas loiras. A atitude, contudo, é forte, de quem sabe o que quer. Assim é Bianca Caloi, artista plástica e designer gráfica, dona do estúdio SW7 Design, fundado em 2012.“São mundos complementares”, diz ela. “Sempre fui uma pessoa criativa, mas queria aplicar esse lado artístico em um trabalho que encarasse problemas reais.” A vontade, aliás, vem do aprendizado que teve dentro de casa, desde menina. Filha de Bruno Antonio Caloi Jr. e Ana Maria Diniz – e neta de Abilio Diniz –, cresceu vendo sua mãe assumir e revolucionar os negócios da família.“Tenho clientes nas áreas de moda, no ramo imobiliário, entre outros, preciso pesquisar sobre cada um dos mercados. É um aprendizado constante.”

Não que isso seja um esforço. Estudar é um de seus maiores prazeres. Formada em Design Gráfico pela Central Saint Martins, na capital inglesa, ano passado retornou às salas de aula – hoje é aluna do mestrado de Artes Plásticas da Camberwell College of Arts, na mesma cidade. “Enveredei para o lado business e quis resgatar minha veia artística”, explica. Entre seus principais trabalhos estão os quadros tridimensionais, feitos de madeira e Lego, da coleção Binary Series. “Gosto do que se pendura na parede, não sou de fazer instalação ou performance art.” Logo se nota. No apartamento paulistano que divide com o marido, o piloto de Fórmula E Lucas di Grassi, obras de Peter Lik e Mel Bochner compõem o décor. “Visitar galerias e exposições faz parte do meu dia a dia. Em Londres, tenho ido à Maddox Arts e, em Aspen, à Maximilian.”

Bianca, 28 anos, é frequentadora assídua da cidade americana, famosa pelas pistas de esqui e hoje polo artístico em ascensão. Apaixonada pelo frio, e mais ainda pela neve, morou em Aspen por quatro meses, em 2011, antes de abrir seu estúdio.“É algo inexplicável, meus olhos brilham”, diz ela. Fazer as malas para lá é rotina seguida à risca anualmente. Neste ano, deixou a praia da Baleia, no litoral norte paulista, no dia 1o de janeiro, diretamente para o Colorado.

Top, R$ 1.120, Lolitta e saia, R$ 1.125, Lucas Magalhães; pulseira e brincos Dior;e escarpins Sergio Rossi - Foto: Harper´s Bazaar
Top, R$ 1.120, Lolitta e saia, R$ 1.125, Lucas Magalhães; pulseira e brincos Dior;
e escarpins Sergio Rossi – Foto: Harper´s Bazaar

Viajar é algo constante em sua vida. Nascida em São Paulo, vive entre as três casas que mantém: na cidade de origem, em Londres e em Mônaco – sempre com um computador a tiracolo. Não à toa, escolheu uma profissão que lhe dá mobilidade. Basta um wi-fi. “Tento imprimir a minha identidade nos três endereços. Ambientes aconchegantes, mas, ao mesmo tempo, modernos. O contraste me agrada muito.” Tijolos aparentes e paredes tingidas de cimento queimado, portas laqueadas de amarelo e tubulação metálica exemplificam a estética assinada de punho próprio, sem o auxílio de um arquiteto. Para compor o apartamento dos Jardins, na capital paulista, garimpou móveis nas propriedades da família e em lojas como Depósito Santa Fé e Wish Design.“Gosto do conforto da madeira, do aconchego que o material imprime. Amo o inverno e levo esse lifestyle para onde estou.”

Vestido, R$ 1.745, Coven - Foto: Harper´s Bazaar
Vestido, R$ 1.745, Coven – Foto: Harper´s Bazaar

Inclusive para seu guarda-roupa. Ralph Lauren e Burberry são marcas que se destacam não pelo modismo, mas pela praticidade. “Não quero porque está na moda, mas porque gosto e combina com o meu estilo”, continua ela, que opta por investir nos clássicos. “Dá para ser muito chique sendo superbasica.” Roupas versáteis (mas sempre acinturadas) e mocassins são acompanhados por pérolas e lenços. Artifício de styling de quem viaja sempre e tem à mão os acessórios certos para levantar qualquer produção. “Amo pérolas. Meu vestido de casamento foi inteiro bordado com elas”, conta, relembrando o longo assinado por Junior Santaella que usou na festa celebrada em 2013, na Fazenda da Toca, propriedade de seu avô.

bolsa Fendi, R$ 24.500 - Foto: Harper´s Bazaar
bolsa Fendi, R$ 24.500 – Foto: Harper´s Bazaar

O MUNDO DE BIANCA
PARA UMA CASA: Conforto e wi-fi
NÃO VIVO SEM: Minha família, uma base e um blush
TRÊS PEÇAS-CHAVE: Jeans, blazer e um mocassim
SUA TRILHA SONORA: The Fire, da Kina Grannis
NUNCA USARIA: Pantacourt, não faz meu estilo
O QUE TE INSPIRA: Me perder pelas ruas de Londres procurando coisas novas e diferentes
UM LUGAR: Com neve
A VIAGEM: Para esquiar. De preferência, com amigos ou família
UM MUSEU: National Gallery, em Londres
A PRÓXIMA COMPRA: Uma obra de arte do artista Nicolas Feldmeyer, que estou querendo faz alguns meses!
UM REFÚGIO: Uma pista de esqui
ONDE BUSCA REFERÊNCIAS: No Pinterest
NATUREZA OU CONCRETO: Natureza, com certeza!