Renata Merquior gosta de correr riscos, se exercitar e se produzir

A busca pelo equilíbrio define as escolhas da empresária brasileira

by redação bazaar
Renata Merquior usa quimono e joias de seu acervo pessoal, camiseta J.Crew, calça jeans Levi’s e sapatos Cult Gaia  - Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Renata Merquior usa quimono e joias de seu acervo pessoal, camiseta J.Crew, calça jeans Levi’s e sapatos Cult Gaia – Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Por Ana Ribeiro

Descomplicada é uma palavra sob medida para definir Renata Merquior. Carioca nascida no Leblon e criada de um jeito bem “outdoors” – na descrição dela -, aos 25 anos se casou com o advogado Bruno Soter e começou a vida a dois nos Estados Unidos, quando o marido foi fazer MBA na Universidade Stanford, em Palo Alto, na Califórnia. Aportou em São Paulo dez anos (e três filhos) atrás.

SIGA A BAZAAR NO INSTAGRAM

Sandálias Gucci e óculos Loewe - Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Sandálias Gucci e óculos Loewe – Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Com uma notícia que pegou a todos de surpresa, ela, agora aos 36, se descobriu grávida do quarto filho, desta vez a primeira menina. “Não gosto muito de ficar grávida, mas sei que essa afirmação soa estranha para quem tem ficado tanto”, ri a mãe de João (10), Felipe (6) e Pedro (1 ano e meio). “Estou há dez anos nessa de ter filho.”

Renata Merquior usa  macacão Valentino e bracelete Cartier - Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Renata Merquior usa macacão Valentino e bracelete Cartier – Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Renata mora EM uma casa agradável, de ambientes claros e amplos, onde recebe os amigos para jantares informais, quando ela e Bruno vão juntos para a cozinha. “Gosto de cozinhar, gosto de receber, mas sou bem prática. É tudo bem à vontade.” Os dias de Renata começam cedo.

Bolsa Marni - Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Bolsa Marni – Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

O casal se divide nas caronas para levar os meninos para a escola, depois ela se exercita – pratica corrida e musculação. “Correr é meu esporte favorito. Pelo menos quatro vezes por semana, corro de 6 km a 10 km na esteira ou na rua.” Agora, grávida, já sabe mais ou menos o que vai acontecer. “Relaxo um pouco, engordo um pouco, mas não fico comendo tudo o que quiser. Não vou me descuidar, sou disciplinada.”

A praticidade que aplica na vida se revela também nas escolhas profissionais de Renata, quase todas baseadas no mercado de beleza. Publicitária de formação, trabalhou no marketing da multinacional L’Oréal e depois criou a Meu Espelho, e-commerce multimarcas de produtos de beleza. A temporada nos Estados Unidos foi determinante para a sua carreira. “Na Califórnia, as pessoas estão muito na vibe de empreender, fui mordida por essa veia empreendedora.”

Bolsa Roksanda - Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Bolsa Roksanda – Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Dois anos atrás, junto com a sócia, Bianca Latgé, trouxe para o Brasil o conceito dos blow dry bars que faz sucesso lá fora. “A inspiração foi o Dry Bar, cadeia americana com mais de cem lojas”, explica. “A ideia é oferecer atendimento rápido para a mulher moderna, que quer dar uma produzida no visual e fazer uma escova no cabelo.” A primeira loja foi aberta no Itaim; um ano depois, abriu a segunda, na Oscar Freire. “O DryClub é um resolvedor da vida. Tem muita mulher que se acostumou com a praticidade e nem lava mais o cabelo em casa. A gente faz de 800 a 1.000 atendimentos por mês.”

Renata usa vestido Sissa e sandálias Prada; braceletes e brincos Sissa - Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Renata usa vestido Sissa e sandálias Prada; braceletes e brincos Sissa – Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Para Renata, a relação com o visual é uma busca pelo equilíbrio. “Não sou discreta e nem máxi, busco o meio do caminho”, explica. “Sou muito básica no dia a dia, quase não uso salto, prefiro tênis e sandália rasteira. Elejo peças e acessórios coloridos para dar um toque.”

Braceletes e brincos Sissa - Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Braceletes e brincos Sissa – Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Outra experiência apreendida na temporada americana foi fazer compras online. “Compro muito em brechó. Em Nova York tem o brechó online RealReal, onde dá para encontrar coisas second-hand e vintage superbacanas por preços ótimos”, revela. “Aqui, gosto muito da Sissa, da Paula Raia, dos acessórios Ju Gastin e das joias de cerâmica da Paola de Orleans e Bragança.”

Renata usa casaco e sapatos Stella McCartney, tricô Valentino, calça Givenchy e brincos Ara Vartanian - Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Renata usa casaco e sapatos Stella McCartney, tricô Valentino, calça Givenchy e brincos Ara Vartanian – Foto: Pedro Bonacina, com edição de moda de Rodrigo Yaegashi

Apesar de estar sempre conectada com o universo da beleza, Renata não extrapola na dose de vaidade. “Faço ginástica, me cuido, mas não exageradamente. E não faço um monte de procedimentos.” Produtos para o cabelo são exceção. “Quando viajo, fico muito ligada nas novidades e nas tendências. Gosto de testar tudo.” A gravidez, que inicialmente foi um susto para todo mundo, hoje é motivo de felicidade geral. “Nunca me imaginei sendo mãe de quatro”, confessa Renata. A bebê nasce em março de 2020.